Clareamento dental caseiro: será que dá certo?

6 minutos para ler

Objetivos estéticos estão entre os principais motivos de quem consulta um dentista. Hoje em dia, as pessoas não querem apenas uma boca saudável e sem cárie. Elas também buscam um sorriso harmônico e dentes brancos e sem manchas — é a autoestima em jogo! Ela tem sido responsável pelo aumento da demanda do clareamento dental caseiro

Os que desejam esse procedimento gostam da ideia de ter dentes brancos e brilhando, como de influenciadores e artistas. Apesar do interesse, ainda existem dúvidas a respeito do assunto. Por exemplo: será que esse tipo de clareamento realmente funciona? É seguro comprar kits na internet?

Entender bem tudo isso é importante. Assim, você conquista os resultados que tanto quer e faz com que eles durem mais tempo, sem nenhum dano à saúde bucal.

Quer ficar por dentro de tudo e descobrir se o clareamento dental caseiro é confiável? Então, acompanhe a leitura e veja o que Heitor Marques Menezes, dentista e franqueado Odontoclinic, ensina sobre o tema!

O que é clareamento dental?

Dentes amarelados e manchados incomodam mesmo, fazendo com que muita gente sorria sem mostrar os dentes, já reparou? O clareamento dental, então, vem como salvação. É um procedimento puramente estético, que utiliza compostos químicos que conseguem quebrar as moléculas pigmentadas. Assim, elas se tornam menores e deixam os dentes mais claros.

Com o aumento da popularidade do clareamento dental, ele tem se tornado cada vez mais acessível. Então, se você pensa que só quem vive da imagem pessoal pode fazer o procedimento, saiba que isso é um mito. Já existem clínicas que deixam tudo com um valor acessível, mantendo a qualidade do tratamento, como nas unidades da Odontoclinic.

Por quais motivos os dentes escurecem?

Dentes superclaros podem até ser o sonho de consumo de muita gente. No entanto, saiba que é comum que fiquem mais amarelados ao longo da vida. “A forma como a gente se alimenta pigmenta o dente. Café, vinho, corante dos alimentos e cigarro são exemplos que contribuem para manchas e amarelamento”, explica Heitor Marques Menezes.

Afinal, clareamento dental caseiro dá certo?

clareamento dental caseiro

Depende do tipo de clareamento dental caseiro ao qual estamos nos referindo. Receitas caseiras, como aquelas que misturam os itens da despensa de casa, só acarretam desperdícios. Kits acessíveis pela internet, ou mesmo o famoso carvão ativado, também não servem e ainda colocam a sua saúde e o seu bem-estar em risco.

“Os únicos métodos eficientes são os que usam um composto chamado peróxidos. No clareamento dental caseiro confiável obtido nas clínicas, existem duas opções. Uma é o uso de gel noturno durante 6 horas em média. Na outra opção, o paciente usa durante 2 horas, no decorrer do dia”, esclarece Heitor. Lembrando que esse tipo é caseiro, mas tem todo o respaldo do dentista.

Por que apostar no verdadeiro clareamento dental caseiro?

A escolha do verdadeiro clareamento dental caseiro evita diversos riscos. Os kits comprados pela internet, além de não serem aprovados pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), não têm o registro da Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Algumas das possíveis consequências são a inflamação de bochechas e lábios, aparecimento de mais manchas nos dentes, retração da gengiva e úlcera gástrica.

“Se houver cáries, o gel pode penetrar nelas e causar um transtorno ainda maior, como exposição da raiz do dente”, completa o dentista da Odontoclinic.

Além disso, o tratamento caseiro exige algumas técnicas que você só aprende com um profissional: “o paciente precisa aprender a aplicar o gel. Se colocar muito, pode ferir a gengiva. Quando termina o período de uso da moldeira, tem que saber removê-la e limpar os dentes”, explica Heitor.

São detalhes que fazem toda a diferença no resultado e na sua saúde e são obtidos com a ajuda de um profissional.

Existem cuidados depois do clareamento dental?

O pós-clareamento exige cuidados, sim. O realizado em casa demanda, por exemplo, respeitar o prazo adequado para se alimentar, depois de retirar o gel. Dependendo do alimento, como no caso dos muito pigmentados, é necessário aguardar um tempo ainda maior.

Também, é preciso ter atenção à escovação. Como o tratamento costuma sensibilizá-los, pode surgir a necessidade de trocar a escova e a pasta de dentes por outras mais apropriadas. Um bom dentista pode orientar e ajudar nessa escolha.

Por que passar por uma consulta profissional antes?

A consulta com um profissional da Odontologia registrado no CFO proporciona mais segurança e eficiência no tratamento. Primeiro, porque ele precisa realizar uma avaliação do seu caso, pois existe a possibilidade de outro procedimento prévio. 

Para o clareamento dental caseiro, a saúde bucal precisa estar impecável. Além disso, é importante a limpeza feita no consultório. A remoção de tártaro e placas bacterianas, por exemplo, contribui para a substância penetrar melhor e alcançar melhores resultados.

Também, é nessa avaliação que o profissional analisa a quantidade de produto, tira a medida da moldeira e verifica a presença de possíveis alergias.

“A idade também é importante. É necessário ter todos os dentes permanentes formados. Então, o clareamento dental caseiro costuma ser indicado a partir dos 15 anos. Além do mais, é bom evitar o procedimento em gestantes. O acompanhamento profissional serve, ainda, para conduzir o paciente de perto e fazer ajustes necessários”, acrescenta o dentista.

Outro motivo de passar por uma consulta profissional é a possibilidade de associar o tratamento caseiro ao clínico ou mesmo a outro tipo de intervenção: “você pode começar com o caseiro, fazer o de consultório e seguir com o caseiro. Mas tudo isso é avaliado pelo profissional”, explica Heitor.

“Dependendo da mancha, é necessário fazer uma intervenção restauradora e reparar aquele local com outro material. Algumas vezes, dá para conseguir um bom resultado com resina mesmo.”, prossegue.

Como é o procedimento de clareamento dental caseiro da Odontoclinic?

O tratamento da Odontoclinic segue as características e as necessidades individuais. Além disso, tudo é acompanhado de perto e o paciente pode ter direito a contínuos aperfeiçoamentos do clareamento.

Heitor esclarece: “na Odontoclinic, temos um plano de retorno do paciente, que chamamos de retoque. Ele leva o kit de clareamento profissional para casa e a gente vai conversando. Uma vez ao ano ou no semestre, ele pode fazer esse retoque. Essa manutenção garante o resultado por mais tempo”. Dessa maneira, fazer o clareamento caseiro com especialistas da Odontoclinic não é um risco e, sim, uma tranquilidade.

Resumindo as explicações do nosso guia do clareamento dental caseiro: o procedimento tem altas chances de sucesso, no entanto, o acompanhamento profissional é indispensável. Afinal, estética dental e autoestima são importantes, mas a sua saúde e o seu bem-estar valem mais, concorda?

Gostou de saber que o clareamento dental caseiro é confiável, se feito da maneira certa? Então, agende sua consulta na Odontoclinic e venha conhecer um tratamento adequado para você!

agendamento
Posts relacionados

Deixe um comentário