O que é aparelho autoligável?

Você certamente já ouviu falar sobre o uso de aparelhos ortodônticos, não é mesmo? Eles servem para alinhar os dentes, abrir espaço para a colocação de implantes, melhorar a função mastigatória e a autoestima.

São muitas as vantagens obtidas por meio de uma estratégia simples, eficiente e que vem conquistando cada vez mais pacientes. O que poucas pessoas sabem é que os tipos de aparelho vão muito além das divisões entre “fixo” e “móvel”.

Neste artigo, você vai descobrir o que é aparelho autoligado. Continue a leitura e tire as suas dúvidas sobre o assunto!

O que é aparelho autoligado?

O aparelho autoligado é a tecnologia mais moderna para tratamentos via aparelho fixo. Esse tipo de aparelho ortodôntico elimina a necessidade da utilização das boas e velhas borrachinhas coloridas.

A função dessas borrachinhas é prender o fio do aparelho ao bráquete (aquelas pecinhas que são coladas dente a dente). O aparelho autoligado não precisa dessas borrachinhas porque os bráquetes contam com uma estrutura em que cada um deles tem uma espécie de portinha, que abre e fecha.

Sendo assim, o dentista abre a portinha, coloca o fio lá dentro e fecha em seguida, isolando esse ambiente e evitando que os fios se soltem com facilidade ou que o aparelho fique cheio de estruturas que podem incomodar.

Qual é a diferença do aparelho autoligado e do convencional?

A principal diferença entre os aparelhos comuns e os autoligados é justamente a existência dessa tecnologia que evita a necessidade do uso das borrachinhas.

Fazendo uma analogia entre o aparelho tradicional e o nosso cotidiano, é como se tentássemos colocar um carro em movimento tendo o freio de mão puxado. O carro vai andar com o freio de mão puxado, mas o motor vai fazer uma força muito maior, o desempenho dele será pior e, como resultado, o tempo de chegada ao destino vai aumentar também.

O freio de mão do carro seria a borrachinha nos aparelhos fixos. A eliminação do uso dessas borrachas tradicionais diminui consideravelmente o atrito entre o fio e o bráquete. Dessa forma, o fio exerce uma força menos intensa sobre as peças. Os resultados desse tipo de aparelho são mais rápidos e eficazes.

Além disso, esse tipo de aparelho trabalha com fios que não precisam e não devem ser trocados todos os meses. Com isso, as visitas ao dentista são menos frequentes, tendo intervalo de 8 a 10 semanas em vários momentos do tratamento.

Qual é o preço de um aparelho autoligado?

Uma dúvida bastante comum é em relação ao seu custo. Ou seja, será que o modelo é mais caro do que os outros tipos? Pois bem, é importante analisar alguns fatores antes de dar uma resposta definitiva para a questão.

De modo geral, o preço pode variar de acordo com o tipo de material usado, como cerâmica, transparente ou metálico. Isso já mostra que, em qualquer um dos casos, o custo final pode ser maior que com o aparelho tradicional.

Assim, por ser considerado um aparelho muito moderno, é natural que o valor desembolsado para o tratamento seja um pouco mais elevado do que o aparelho fixo. De modo geral, os valores variam entre R$ 600,00 a R$ 1.000,00.

Apesar de ser um preço mais alto, o custo traz algumas vantagens. Uma delas é o número menor de visitas ao dentista para a manutenção do tratamento. Além disso, conta com um efeito estético mais discreto.

Quais são as vantagens do aparelho autoligado?

A seguir, listamos as principais vantagens do aparelho autoligado em comparação ao aparelho convencional:

  • agilidade no andamento do tratamento ortodôntico, com redução de 35% do tempo;
  • menos acúmulo de bactérias, já que o aparelho autoligado não utiliza as famosas borrachinhas;
  • mais conforto, pois as pecinhas dos bráquetes autoligados são menores e mais arredondadas, o que evita machucados e ferimentos na boca;
  • menos dor após a manutenção;
  • menos idas ao dentista — as manutenções podem ser feitas em prazos maiores do que 30 dias, o que gera economia de tempo para os pacientes.

Só vantagens, não é mesmo?

Quanto tempo dura o tratamento com esse tipo de aparelho?

Isso depende. Apenas o profissional responsável pelo seu tratamento poderá passar alguma estimativa sobre a duração. Ele fará isso com base no seu caso, no grau de desalinhamento dos seus dentes, no objetivo e, é claro, na própria experiência com o assunto.

Vale lembrar que, mesmo com todas essas informações, o dentista só pode dar uma estimativa. Organismos diferentes respondem de maneiras distintas aos tratamentos, por isso, pode ser que o período previsto seja um pouco maior ou mais curto.

O importante é sempre tirar as suas dúvidas com o dentista responsável pelo seu tratamento ortodôntico.

Como escovar os dentes com aparelho autoligado?

Quem deseja ter um sorriso mais harmônico e bonito deve cuidar da saúde bucal, algo que se estende ao aparelho autoligado. Caso contrário, pode haver o surgimento de cáries e outras doenças.

Além disso, se a boca não for higienizada de modo correto, a presença de sujeiras pode se transformar em tártaro, que só é removido com o auxílio de um dentista. Como o aparelho atua com um movimento de baixo atrito entre o bráquete e o fio, o surgimento de placa bacteriana prejudica o nivelamento do sorriso, o que atrasa o tratamento e aumenta as visitas ao dentista.

Logo, você deve manter a escovação em dia para evitar qualquer problema. Abaixo, você vai conhecer algumas dicas de como fazer a higienização correta. Confira!

Passe fio dental

O fio dental é fundamental na higiene bucal de quem utiliza o aparelho autoligado. Ele consegue realizar uma limpeza correta, eliminando o resto de comida em lugares onde a escova não consegue alcançar e entre as partes do aparelho.

Caso a sua rotina seja corrida, pode incluir esse item na higiene pelo menos uma vez durante o dia e, também, antes de dormir.

Escove os dentes

Para complementar a higiene do aparelho autoligado, é importante escovar os dentes após todas as refeições. Isso ajuda a retirar toda a sujeira que pode ficar acumulada ao redor, prevenindo o aparecimento de placa bacteriana e tártaro.

Para isso, antes de escovar os dentes, faça um bochecho com água, para eliminar os restos de alimentos que estão presos no aparelho, auxiliando na escovação. Depois, inicie a limpeza pela parte da frente, usando a escova de modo paralelo aos dentes e com movimentos circulares. Lembre-se de não colocar muita força durante esse processo.

Escolha o modelo certo de escova

Você pode continuar usando a sua escova de dente comum, mas existem alguns modelos específicos para quem utiliza o aparelho autoligado, já que possibilitam uma limpeza mais profunda. Algumas opções são:

  • escova ortodôntica — com um formato em V, esse tipo consegue se adaptar aos bráquetes e fazer uma limpeza na parte superior e inferior da peça. É uma boa alternativa para remover a placa bacteriana e resíduos de comida que possam se acumular;
  • escova interdental — conta com um formato cônico ou cilíndrico e é recomendada para a limpeza do espaço entre o fio do aparelho e o dente. É uma boa aliada da escova comum, já que é capaz de alcançar locais mais difíceis, completando a limpeza.

Escove a língua

Muitas pessoas esquecem, mas a língua também precisa ser escovada. Ela está sujeita ao acúmulo de resíduos e bactérias, como outras partes da boca, e a falta de limpeza provoca mau hálito.

Para evitar esse incômodo, escove a língua dando início à parte de trás em direção à parte frontal. O processo pode ser feito com a própria escova de dente ou com um limpador de língua específico.

Use enxaguantes bucais

Após o uso do fio dental e da escovação dos dentes e da língua, é importante utilizar um enxaguante bucal, já que ele contribui para remover qualquer resíduo. Nesse caso, é importante escolher um produto sem álcool.

Lembre-se de que o uso do enxaguante bucal não dispensa o fio dental e a escovação, tudo bem?

Como escolher a melhor clínica para fazer esse tipo de tratamento?

Para que o tratamento seja realmente eficiente, é essencial que a escolha da clínica seja feita com cuidado e dedicação.

Antes de se decidir, atente-se a detalhes como:

  • a reputação da empresa;
  • a opinião de pacientes que utilizaram os serviços anteriormente;
  • a qualificação dos profissionais envolvidos;
  • a tecnologia na infraestrutura do local;
  • o acompanhamento das tendências mundiais da tecnologia.

Tudo isso você encontra na Odontoclinic! As clínicas odontológicas Odontoclinic contam com os dois métodos de aparelhos ortodônticos: os convencionais e os autoligados. Procure o seu dentista e verifique qual é a melhor opção para o seu sorriso.

Gostou de saber o que é aparelho autoligado? Essa é uma estratégia imperdível para quem quer ter o sorriso alinhado em pouco tempo e desfrutar de todas as vantagens de contar com dentes retinhos e saudáveis.

Se você tiver alguma dúvida ou quiser descobrir se pode colocar um aparelho autoligado, entre em contato com a Odontoclinic! Estamos disponíveis para ajudar e agendar uma avaliação presencial com um dos nossos profissionais. Não perca tempo!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 Comentários

  • gostaria de saber se todos os dentista a adriram a esse novo tratamento e ele pode ser usado em qualquer caso de aparelhoo usoo aparelhoo ja 2 anos e nao vii resultado algum ainda tenho pobrema de mordida cruzada sera que esse aparelhoo resolve mais rapido meu caso ?

    • Olá Samira, você é paciente Odontoclinic? Muitas das nossas unidades já oferecem o aparelho autoligável, a aconselhamos conversar com seu dentista e verificar se é recomendável para o seu caso. Na grande maioria dos casos, este aparelho apresenta redução de até 50% do tempo de tratamento.

    • Oi Samira!

      A maioria dos ortodontistas já trabalham com o aparelho autoligável, por isso diversos tratamentos podem ser feitos com essa tecnologia. O ideal sempre é ter uma avaliação do especialista, principalmente no seu caso, que já está em tratamento há algum tempo.

      Moisés Suzart
      Implantodontista, Odontoclinic Feira de Santana

Agende sua avaliação

Materiais Grátis

Posts relacionados

Inscreva-se para receber novidades

O que você procura?
Últimas publicações
Feridas no céu da boca? Leia o post para saber o que pode ser, quais são as principais causas e o que fazer!
Dente infeccionado ou inflamado? O que fazer se o dente estiver inflamado? Leia o post e tire suas dúvidas!
Piercing no smile é aquele que aparece quando a pessoa sorri, mas será que ele faz mal para os dentes? Tire suas dúvidas!