Gengiva sangrando: causas e como prevenir?

4 minutos para ler

Gengiva sangrando não é considerado algo normal no atendimento em clínicas odontológicas. Quando isso acontece, significa que alguma coisa precisa de atenção. Alguns casos têm solução simples, como a troca da escova de dentes. No entanto, o problema pode sinalizar o início de uma inflamação ou infecção.

Quando o sangramento se torna persistente, é preciso consultar um bom dentista para que ele faça uma avaliação e emita um diagnóstico. Com a ajuda de um profissional, fica mais fácil identificar o que está causando o problema, a fim de eliminar o fator ou dar início a um tratamento.

Preparamos este artigo para que você entenda o que faz a gengiva sangrar e como adotar medidas preventivas. Também saberá quando é indispensável agendar uma consulta. Continue lendo!

Quais são as principais causas de sangramento na gengiva?

Caso você perceba sua gengiva sangrando, não ignore esse sintoma. O sangramento não é normal e pode indicar que a sua saúde bucal está comprometida ou que algum fator está provocando lesões no tecido. Veja, a seguir, as principais causas dessa condição.

Fatores mecânicos

Existem casos em que a gengiva sangra por causa de problemas durante a escovação. Pode ser, por exemplo, em decorrência de uma força excessiva nos movimentos e uso de escovas muito duras ou desgastadas. Há um atrito muito grande nos tecidos, fazendo com que eles tenham um ligeiro sangramento.

Isso pode acontecer, ainda, durante o uso do fio dental, principalmente quando muita força é aplicada na hora de passá-lo entre os dentes. Também pode ser que o paciente esteja usando o produto em excesso.

Um quadro de bruxismo é outra possibilidade para a gengiva sangrando. Esse distúrbio, caracterizado pelo ranger de dentes ou aperto das arcadas (uma contra a outra), provoca sobrecarga nos tecidos periodontais, causando sangramentos.

Problemas de saúde

Um problema de saúde bucal colabora para que a gengiva sangre. O sintoma é desencadeado por inflamações, como a gengivite, podendo ser decorrente de uma doença em curso, como a periodontite. Essas condições são iniciadas pelo acúmulo de placa bacteriana e tártaro.

Quando o problema está relacionado com o organismo, a gengiva sangrando pode ser sinal de desordens hemorrágicas. Existem casos em que isso acontece por conta de deficiência de vitaminas, como a K, cuja falta desencadeia sangramentos em diferentes partes do corpo.

O que pode ser feito para solucionar esse problema?

Cuidados para gengiva sangrando

Em eventos esporádicos, pode acontecer de a gengiva sangrar devido a um movimento errado que realizamos durante a escovação. Isso também ocorre por causa de uma lesão ou pequeno ferimento, mas o problema não é persistente nesses casos.

Quando você perceber sua gengiva sangrando, verifique se a sua escova de dentes está em bom estado ou prefira trocar por uma versão extra macia. Também tenha um pouco mais de atenção na hora de usar o fio dental, para não lesionar o tecido.

De toda forma, se o sangramento persistir, vier acompanhado de outros sintomas (como inchaço), se manifestar enquanto você mastiga ou de forma espontânea, é importante procurar um dentista. Ele fará uma avaliação e realizará um tratamento, se for preciso.

Adotando bons hábitos de higiene bucal, utilizando acessórios e produtos de boa qualidade, equilibrando o seu organismo e mantendo uma dieta balanceada, você vai garantir a saúde não só da sua gengiva, mas de todos os tecidos da boca.

E lembre-se de que não é apenas por causa da gengiva sangrando que deve consultar o dentista. A visita ao profissional precisa acontecer regularmente, a fim de complementar os cuidados caseiros e identificar problemas no começo. Sempre que você perceber qualquer alteração em sua boca, antecipe a consulta e converse com o profissional.

Podemos ajudar você a evitar problemas bucais. Entre em contato conosco e conheça os tratamentos que temos à disposição!

agendamento
Posts relacionados

Deixe um comentário