Por que a radiografia panorâmica ajuda na sua saúde bucal?

A radiografia panorâmica é um exame que auxilia em diversos procedimentos odontológicos, sendo fundamental para sua saúde bucal. Saiba mais!

É bastante comum o dentista solicitar uma radiografia panorâmica. Você também já fez esse exame? Ele é indicado em diferentes situações para fazer uma investigação completa das estruturas da boca e da face.

Mas você sabe por que é um procedimento tão importante para nossa saúde bucal? Preparamos este artigo para responder a essa pergunta.

Então, continue lendo para entender o que é a radiografia panorâmica, a importância dela, quais são as vantagens de fazer e por que você não pode deixar de realizar esse exame quando o dentista pedir.

O que é radiografia panorâmica?

A radiografia panorâmica é um raio-x que engloba o complexo maxilomandibular, ou seja, trata-se de um exame de imagem que possibilita visualizar estruturas internas da região da boca. É uma das técnicas radiográficas mais solicitadas e difundidas em todas as especialidades da odontologia.

Isso porque, com esse exame, o dentista tem uma boa visualização de todos os elementos dentais e suas estruturas anatômicas. As imagens são de fácil compreensão para o dentista, que pode emitir um diagnóstico preciso e definir o melhor tratamento para cada pessoa.

Por que é importante fazer uma radiografia panorâmica?

A radiografia panorâmica é importante porque nem todo problema bucal ou característica anatômica está em evidência aos olhos do profissional. Sem esse exame, o dentista não consegue emitir um diagnóstico preciso, e fica mais difícil indicar e planejar tratamentos, por não saber o que o paciente precisa.

Existem casos, por exemplo, em que os dentes do siso estão inclusos. A radiografia panorâmica permite investigar a posição deles, se houve prejuízo para outros dentes, se tem infecção e outros detalhes. Possibilita, também, definir de que maneira a extração deverá ser realizada sem causar nenhuma lesão nas estruturas saudáveis.

Fazemos a radiografia panorâmica antes do tratamento ortodôntico. Ela é essencial para entender a posição dos dentes, das raízes e identificar se tem algum dente incluso. O exame mostra a anatomia dos ossos entre outros aspectos que vão nortear a decisão do ortodontista.

Serve, ainda, como medida preventiva. Fazer esse exame de vez em quando ajuda o dentista a acompanhar sua saúde bucal de uma forma mais completa. Ele visualiza as condições dos tecidos internos e pode identificar se existe alguma alteração ou indício de problema.

Quais são as vantagens de fazer a radiografia panorâmica?

A radiografia panorâmica é realizada como medida preventiva e diagnóstica, para conhecer sua anatomia e favorecer o planejamento de diferentes tratamentos. Por isso, fazer esse exame oferece diversas vantagens. A seguir, listamos as três principais, veja!

Prevenção de cáries entre dentes

Nem sempre a cárie aparece em lugares fáceis de ver. Existem casos em que ela tem início entre os dentes, em regiões bem escondidas, que o dentista não consegue visualizar por causa do contato de um dente com outro. Com a radiografia panorâmica, é possível identificar os pontos cariosos mesmo quando ainda estão no começo. Isso evita que a cárie se torne mais séria, necessitando até de um tratamento de canal.

Outras necessidades de tratamento

Como a gente explicou, nem sempre os problemas bucais estão evidentes. Com a radiografia panorâmica, o dentista faz uma investigação completa das condições da saúde bucal, identificando quando é preciso fazer outros tratamentos.

Isso acontece, por exemplo, antes de procedimentos mais complexos, como um implante dentário. Com a radiografia panorâmica dá para ver se tem perda óssea, para fazer um enxerto ósseo antes da instalação do pino.

Mais precisão na ortodontia

Muitas vezes, quem não é especialista no assunto esquece que o dente não é só essa parte que fica visível na boca. Uma grande parte dele está escondida abaixo da gengiva e dentro do osso. Essa porção também precisa ser trabalhada nos tratamentos ortodônticos.

Com a radiografia panorâmica, o ortodontista tem visão da arcada dentária por completo e pode planejar melhor o tratamento. Define como as movimentações vão acontecer e até mesmo qual o melhor tipo de aparelho. Também pode ver se precisa de algum procedimento associado, como uma extração dentária ou um mini-implante.

Em quais momentos é necessário realizar uma radiografia panorâmica?

Como a radiografia panorâmica é um exame solicitado em todas as especialidades odontológicas, existem várias situações em que ela é necessária. Confira uma lista com as principais indicações dessa radiografia:

  • avaliação ortodôntica, para conhecer o estado da dentição e a presença/ausência de dentes;
  • checagem de lesões ósseas ou dentes que ainda não nasceram;
  • procedimento prévio da cirurgia buco-maxilo-facial;
  • como parte da avaliação do suporte ósseo periodontal;
  • avaliação dos dentes terceiros molares (dentes do siso, ou do juízo), para o estudo da necessidade ou não de extração;
  • avaliação de fraturas em todas as partes da mandíbula;
  • planejamentos pré-operatórios diversos;
  • investigação e verificação de anomalias dentais, patologias, anatomia, entre outros.

Por que devo fazer uma radiografia panorâmica?

radiografia panorâmica o que é

É importante fazer a radiografia panorâmica porque ela é um procedimento muito útil e bastante prático para complementar o exame clínico, tanto no diagnóstico das doenças dos dentes (cáries ou problemas endodônticos) como dos ossos da face.

Por meio desse exame, o dentista pode visualizar todos os seus dentes de uma só vez, inclusive os que ainda não nasceram. Cáries, fraturas dentais, infecções ou outras doenças dos ossos que sustentam os dentes podem ser identificadas e, muitas vezes, diagnosticadas.

Portanto, ela é fundamental no diagnóstico de todas as lesões dos ossos da maxila e mandíbula. Ajuda a pesquisar:

  • cistos;
  • sinusite;
  • tumores;
  • inflamações;
  • fraturas pós-acidentes;
  • reabsorções ósseas e radiculares;
  • distúrbios da articulação temporomandibular (que causam dor na região do ouvido, face, pescoço e cabeça).

Isso sem falar que a radiografia panorâmica é um exame muito rápido e totalmente indolor. Não envolve nenhum tipo de procedimento invasivo, assim como não oferece risco para sua saúde. Então, não tem porque não fazer, já que ela só traz benefícios?

O que acontece se eu não fizer a radiografia panorâmica solicitada pelo dentista?

A falta de uma radiografia panorâmica pode interromper seu tratamento odontológico. Ela é uma ferramenta importante para o dentista diagnosticar problemas bucais, então, você pode não concluir seu tratamento por falta de material para o especialista trabalhar.

Sendo assim, a falta da radiografia pode levar a:

  • mau diagnóstico da arcada dentária;
  • falta de clareza da situação óssea;
  • dificuldade de planejamento;
  • extensão do prazo do tratamento;
  • possível interrupção do tratamento odontológico.

Além de tudo isso, dependendo do motivo que levou o dentista a solicitar a radiografia, você pode ter um agravamento do seu quadro. Afinal, o especialista não vai conseguir fazer uma examinação completa e, por isso, o tratamento não será tão eficiente quanto poderia ser.

Haverá, ainda, um comprometimento maior das suas estruturas bucais, os sintomas ficarão mais intensos, prejudicando a sua qualidade de vida. No final, vai precisar de tratamentos mais extensos e complexos — como o caso da cárie que pode evoluir para um tratamento de canal, que já comentamos.

A radiografia panorâmica funciona do mesmo jeito que o raio-x de outras partes do corpo. Por isso, você não precisa ter medo de fazer esse exame. Dura poucos minutos e ajuda muito no seu tratamento odontológico. Com ela, seu dentista conseguirá cuidar ainda melhor da sua saúde bucal, levando a um diagnóstico preciso e a solução dos seus problemas.

Sabia que a radiografia panorâmica faz parte da documentação ortodôntica? Então, confira também como funcionam esses documentos que são uma parte essencial da preparação dos tratamentos!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 Comentários

    • Olá Michele, tudo bem? Nossas avaliações são gratuitas.
      Você pode entrar em contato conosco via telefone ou WhatsApp para agendar sua avaliação, através do número: (11) 94386-3137 das 8h às 20h. Qualquer dúvida, estamos por aqui!

  • Olá! Gostaria de saber se e de obrigação do dentista fornecer protuario dos implantes? Quero saber a chave dos meus implantes
    E obrigação do dentista passar p.paciente né? Grata

    • Oi Maria, tudo bem?

      Sim, você consegue solicitar uma cópia da sua documentação/prontuário diretamente com a unidade a qual você realizou o tratamento. Qualquer dúvida estamos por aqui.

    • Oi Deise!

      Depende do tipo de nódulo. Se for ósseo, é fácil de identificar. Se for em tecido mole (mucosa e gengiva), já é mais difícil. O ideal é consultar o especialista.

      Moisés Suzart
      Implantodontista, Odontoclinic Feira de Santana

Agende sua avaliação

Materiais Grátis

Posts relacionados

Inscreva-se para receber novidades

O que você procura?
Últimas publicações
O atestado odontológico é válido para abonar faltas? Quantos dias? E horas? Esclareça suas dúvidas nesse post!
Feridas no céu da boca? Leia o post para saber o que pode ser, quais são as principais causas e o que fazer!
Dente infeccionado ou inflamado? O que fazer se o dente estiver inflamado? Leia o post e tire suas dúvidas!