Erosão dentária: o que é, como identificar e possíveis tratamentos

A erosão dentária é um tipo de desgaste dental e pode afetar pessoas de todas as idades.

Perder a estrutura dos dentes não afeta apenas a estética: é um fator que determina a função ou disfunção dos dentes, impactando a qualidade de vida.

Por isso, preparamos esse conteúdo explicando o que é erosão dentária, quais são as causas, como é o tratamento e como prevenir. Quer saber mais? Vem com a gente! 

O que é erosão dentária?

Erosão dentária é quando ácidos desgastam o dente. Essa perda de tecido dental começa pelo esmalte até atingir a dentina, é irreversível e não bacteriana. 

Existe a erosão intrínseca, resultado da ação do ácido gástrico, produzido pelo nosso próprio corpo. É comum em condições como refluxo ácido e transtornos alimentares.

Há também a erosão extrínseca, quando os ácidos vêm de fora do nosso corpo, como na ingestão excessiva de açúcar e refrigerantes, por exemplo. 

Erosão dentária infantil

A erosão dentária ocorre em crianças, também nos dentes de leite. Os dentes decíduos têm o esmalte e a dentina mais finos do que os dentes permanentes, por isso a ação da erosão é mais rápida.  

Como dissemos, a alimentação faz diferença, especialmente o consumo de refrigerantes, sucos naturais, sucos artificiais e outros alimentos ácidos.

Além de transtornos alimentares e refluxo, o consumo de ácido também pode ocorrer por conta de medicamentos de uso contínuo e xerostomia (boca seca).

Quais são os sinais de erosão dentária?

Os principais sintomas de erosão dentária são dentes amarelados, sensibilidade nos dentes e dentes arredondados.

O desgaste ocorre no esmalte do dente, por isso, a dentina fica exposta, causando a sensibilidade.

A coloração também muda por conta da exposição da dentina, deixando o dente amarelado, translúcido e com aspecto transparente nas pontas.

Ocorre alteração na forma dos dentes também, por conta da perda da camada de esmalte.  

Erosão dentária: fotos

Como tratar erosão dentária?

Aplicação de selante, agentes adesivos e flúor, antissépticos bucais com fluoreto de sódio, restaurações e até laser para sensibilidade são alguns dos tratamentos para erosão dentária

Na restauração direta, o dentista usa uma resina para compor o elemento dental.

Na restauração indireta, em casos de desgaste severo, o dentista pode indicar facetas dentárias, por exemplo. O tratamento de canal também pode ser requerido antes de uma restauração indireta.

A intervenção depende do grau da erosão dentária, ou seja, quanto maior o desgaste, mais medidas são necessárias para restaurar os dentes. 

Como prevenir a erosão dental?

Depende da causa.

Se a erosão é de causa externa, é recomendável diminuir o consumo de alimentos ácidos, sempre escovar os dentes meia hora depois de comer e diminuir a força no momento da higienização, fazendo uma escovação suave.

Se a erosão for intrínseca, é preciso fazer acompanhamento médico interdisciplinar para entender como diminuir a acidez e quais são as outras intervenções possíveis. 

Em ambos os casos, as consultas regulares com o dentista são indispensáveis

Vá ao dentista

Como vimos, a erosão dentária é uma condição que traz muitos prejuízos, mas tem tratamento e dá pra prevenir. 

Se você ou alguém da sua família está com suspeita de erosão dentária, agende uma avaliação gratuita na Odontoclinic mais próxima!  

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agende sua avaliação

Materiais Grátis

Posts relacionados

Inscreva-se para receber novidades

O que você procura?
Últimas publicações
Você está com dor na gengiva? É melhor procurar o dentista. Confira as causas mais comuns e as possibilidades de tratamento!
A agenesia dentária é uma condição comum que pode ser tratada. Confira no post o que é e quais são as causas!
A pasta de dente para sensibilidade realmente funciona? Qual é a sua composição? Descubra lendo esse post!