Aparelho ortodôntico móvel: saiba quando e por que você deve utilizar!

8 minutos para ler
agendamento

É possível corrigir dentes tortos com um aparelho ortodôntico móvel, mas, além dessa aplicação, ele tem ainda outras indicações, sabia?

O aparelho ortodôntico móvel funciona colocando uma leve pressão nos dentes e ossos maxilares. Por isso, esse dispositivo também é utilizado para tratar desalinhamentos dentários e outros problemas de ortodontia.

Mas essa é apenas uma das suas funções, viu? Também existem aparelhos móveis que previnem problemas ortodônticos e que finalizam o tratamento, evitando que os dentes entortem outra vez.

Ou seja, o aparelho móvel tem diversas indicações, e é por isso que a gente preparou este post. Nele, você vai descobrir como esse dispositivo funciona, quando é preciso usar e por que é tão importante fazer o tratamento. Confira!

O que é o aparelho ortodôntico móvel?

O aparelho ortodôntico móvel é aquele que só fica encaixado na boca. Ele pode ser retirado pelo paciente na hora de comer ou escovar os dentes. Por essa facilidade, o tratamento depende da colaboração da pessoa, porque ficar sem o dispositivo atrasa os resultados.

 Existem diferentes tipos de aparelho móvel. Eles podem ser:

  • ortodônticos: quando realizam movimentações dentárias;
  • de contenção: usado no final do tratamento ortodôntico, para evitar a recidiva dentária;
  • ortopédicos: utilizados nas correções de alterações esqueléticas (ósseas).

Também existem aparelhos estéticos, com peças de suporte com uma tonalidade que se confunde com a coloração do dente, oferecendo um tratamento discreto. Outra possibilidade são os alinhadores transparentes, um tipo de aparelho móvel que não contém peças metálicas e se parece com as moldeiras de clareamento.

Quando o aparelho móvel é recomendado?

O aparelho ortodôntico móvel é recomendado para pessoas que precisam fazer correções ortodônticas ou ortopédicas, tratamentos de ortodontia preventiva e após finalizadas as movimentações, para manter os resultados e evitar a recidiva.

Assim, você pode usar em diferentes fases do tratamento. Tem gente que precisa de um dispositivo como esse para ampliar o espaço na boca (para nascer o restante dos dentes, inclusive), viabilizar as movimentações e encaixar todos os dentes em seu devido lugar.

Existem versões de aparelho móvel para crianças. São indicadas para guiar o crescimento dos dentes permanentes, manter os espaços nas arcadas e corrigir ou minimizar problemas de desenvolvimento.

Os aparelhos móveis também são eficientes para alinhar os dentes. Você viu que hoje temos os alinhadores transparentes. Eles são uma evolução do tratamento ortodôntico e permitem corrigir até mesmo casos mais complexos de desalinhamento com dispositivos bem discretos e confortáveis.

Contenção ortodôntica

Após corrigir todos os problemas ortodônticos, chegará um momento em que o dentista dará alta do uso do aparelho ativo, que faz as movimentações. Porém, isso não significa que o tratamento tenha acabado.

Depois de tirar o aparelho, é preciso voltar ao consultório para que o dentista continue avaliando o reposicionamento dos dentes. É muito importante que o tecido ósseo e os tecidos adjacentes se acostumem com a nova posição dos dentes e “cicatrizem” ao redor dele, para que não entortem outra vez.

Um novo aparelho ortodôntico móvel ajudará nesse processo. É a fase de contenção. Esse dispositivo será desenhado para limitar a movimentação dos dentes, evitando que seja necessário refazer o tratamento.

Logo no começo, o ideal é usar a contenção 24 horas por dia, tirando apenas para fazer as refeições e a higiene. Mas a indicação varia de paciente para paciente, de acordo com a complexidade do caso e a resposta do organismo. Só o ortodontista é quem pode dizer como proceder.

Por que é importante fazer um tratamento ortodôntico?

Além de oferecer um sorriso esteticamente mais bonito, aumento da autoestima e confiança, a utilização de aparelhos ortodônticos traz inúmeros benefícios à saúde e qualidade de vida, como você confere a seguir.

Melhora da comunicação

Grande parte dos pacientes tem a queixa de problemas na fala por causa do posicionamento incorreto da língua na hora de articular sons. O desalinhamento dos dentes e as alterações na mordida dificultam a dicção.

Mastigação correta

Com dentes tortos, a mastigação é menos eficiente, porque eles não se encaixam como deveriam. Os alimentos são engolidos sem a trituração adequada, causando problemas como baixa absorção de nutrientes, azia, gastrite e até úlceras.

Higienização completa

Dentes tortos são mais difíceis de higienizar. Por causa das sobreposições, a escova nem sempre alcança todos eles e cada uma de suas faces. Também é mais difícil usar o fio dental — sem falar que existe uma propensão maior para acúmulo de resíduos, por haver vários cantos onde restos de alimentos se depositam com facilidade.

aparelho ortodôntico móvel

Como funciona esse tipo de aparelho?

A principal característica de funcionamento do aparelho ortodôntico móvel é o fato de ele poder ser retirado da boca pelo próprio paciente. Em relação ao modo como ele age sobre os dentes, pode ser um dispositivo ativo ou não.

O aparelho móvel ativo exerce pressão para estimular as movimentações. É o caso do alinhador transparente e do expansor. No segundo caso, há um sistema de regulagem que possibilita ajustar o tamanho para aumentar o contato com o dente.

Na ortodontia preventiva e na contenção, o aparelho móvel não é ativo. Sua função é manter a configuração da arcada dentária. Encaixa bem justo para evitar que os dentes se mexam e garantir que fiquem na posição em que estão.

Quais são as manutenções necessárias?

A manutenção do aparelho ortodôntico móvel varia dependendo do tipo de dispositivo. No caso dos alinhadores transparentes, eles precisam apenas da limpeza diária, porque, quando é necessário estimular novas movimentações, o paciente troca de alinhador.

Para os expansores, a manutenção consiste em ajustar o formato, caso aconteça algum desalinhamento, e regular o tamanho para estimular as movimentações. Também precisam da limpeza diária.

A contenção tem manutenções mais espaçadas, podendo ser de três ou seis meses, o que também depende do caso. Nessas horas, é feita a regulagem, caso ela seja necessária, enquanto a higienização diária é realizada em casa.

Quais são as vantagens do aparelho móvel?

A vantagem de usar aparelho ortodôntico móvel é a facilidade de tirar da boca. Você não precisa adequar sua alimentação, podendo comer o que quiser sem se preocupar se vai ou não danificar o dispositivo. Essa praticidade também existe na hora da escovação, pois basta tirar o aparelho e escovar como de costume para, depois, fazer a higienização dele.

Tem, também, o fato de que esse tipo de dispositivo costuma ser mais discreto do que o fixo. Ainda, se você quiser, pode tirá-lo por alguns minutinhos para fazer suas selfies ou gravar um vídeo, por exemplo, e recolocá-lo em seguida.

E as desvantagens?

Existem algumas particularidades no aparelho ortodôntico móvel, mas não exatamente desvantagens. A primeira é que é preciso ter disciplina no tratamento. Para que os resultados apareçam, o dispositivo deve ser usado pelo tempo recomendado pelo dentista.

Também existe o risco de perder ou danificar o aparelho, caso ele não seja armazenado em seu estojo original quando fora da boca, e é preciso ter um cuidado extra para que não acumule bactérias por estar em um local inadequado. No mais, o uso é bastante tranquilo.

O que acontece se eu não utilizar o aparelho móvel?

Diversos tipos de aparelho, tanto móveis quanto fixos, são utilizados para movimentar os dentes, retrair os músculos e alterar o crescimento mandibular. Assim, corrigem problemas que afetam a estética e a funcionalidade das arcadas e do conjunto facial.

Não utilizar o aparelho móvel quando ele é recomendado pode trazer diversas consequências negativas, dependendo da indicação que foi feita para o seu caso. Algumas consequências são:

  • dificuldade para higienizar os dentes;
  • maior suscetibilidade para cáries, tártaro e doenças gengivais;
  • encaixe inadequado das arcadas e dos dentes;
  • problemas na articulação temporomandibular;
  • alterações na fala;
  • problemas de mastigação;
  • prejuízos estéticos;
  • baixa autoestima.

No caso da ortodontia preventiva, não usar o aparelho pode implicar em problemas ortodônticos mais complexos na adolescência e vida adulta. Para quem precisa da contenção, não usar leva à perda do tratamento, tendo que recomeçar as movimentações.

O uso do aparelho ortodôntico móvel deve ser feito sob recomendação e supervisão do dentista. Então, se você notar que seus dentes estão desalinhados, sobrepostos ou causando desconforto ao sorrir, procure um especialista.

Na Odontoclinic, temos um time completo para cuidar do seu sorriso, além de várias opções de aparelho, incluindo o alinhador Odontoclinic, um dos melhores alinhadores invisíveis!

Tem sempre uma Odontoclinic perto de você. Agende uma consulta para fazer uma avaliação e descobrir qual é o tipo de aparelho ideal para o seu caso!

Aparelho na vida adulta: o guia completo e as principais dúvidas
Posts relacionados

Deixe um comentário