Protocolo fixo: para quem é indicado esse tipo de implante?

7 minutos para ler
Implantes: para resgatar a alegria de sorrir naturalmente

Com a prótese protocolo fixo, é possível repor todos os dentes da boca sem usar dentadura, para ter mais força e estabilidade na mordida. Veja mais!

Sabia que também existem tipos de implante dentário indicados para pessoas que perderam todos os dentes? Uma das opções é a prótese protocolo fixo. A vantagem dela é que a gente não precisa instalar um pino para cada dente, mas substituímos todos de uma vez só!

Funciona de um jeito parecido com as dentaduras, só que a prótese protocolo não sai da boca. Ela fica bem presa no implante dentário, por isso, traz mais estabilidade para a peça e também confiança para comer o que quiser e sorrir sem medo.

Você já conhece esse tipo de prótese? Vem com a gente conferir o que é a protocolo fixo, suas indicações, como é feita e mais algumas informações para ficar por dentro do assunto!

O que é prótese protocolo?

A prótese protocolo fixo é uma prótese total que fica presa em implantes dentários. Seu formato é parecido com o de uma dentadura comum, mas com a diferença de ficar parafusada no implante para se manter presa na boca.

Sua principal vantagem é devolver a função mastigatória e a estética da pessoa. Além disso, o sistema comum de dentadura proporciona em média 20% do poder de mastigação original, já a prótese protocolo fixo oferece 85%. Bem mais, não é?

Isso acontece porque, no caso da dentadura, ela fica encaixada apenas nos tecidos da própria boca; a protocolo fixo não. Como a gente explicou, ela é presa em implantes dentários e, como eles estão fixos no osso que sustenta os dentes, a estabilidade é muito maior, possibilitando mais liberdade para falar, mastigar e sorrir.

protocolo fixo

Para quem ela é indicada?

O principal objetivo da prótese protocolo fixo é a reabilitação bucal em todas as suas funções: estética, fonética e mastigação. Ela repõe os dentes ausentes ou perdidos, tanto da arcada dentária superior quanto na inferior.

A protocolo é uma prótese total fixa. Isso significa que, em sua estrutura, ela tem todos os dentes que deveriam compor a arcada. Sendo assim, é indicada para pessoas que não têm nenhum dente na parte de cima ou na parte de baixo da boca.

É uma ótima opção de tratamento para quem não apresenta nenhuma contraindicação para colocar implantes. Então, também é preciso ter uma boa saúde bucal e equilíbrio da saúde orgânica. E tem mais: a pessoa deve ter completado todo o desenvolvimento ósseo, pois é uma opção para adultos, não crianças e adolescentes em fase de crescimento.

É importante lembrar que não fazer o tratamento com implantes para repor dentes perdidos provoca uma série de problemas de saúde. Alguns exemplos são:

  • deficiências na mastigação e digestão;
  • dificuldade de higienização bucal;
  • interferência na fala;
  • perda óssea severa e de outros dentes.

Além disso, pode haver reflexos psicológicos causados pelo impacto estético. Muitas vezes ocorre baixa autoestima, isolamento social e depressão. Assim, a reabilitação oral com implantes é uma solução eficaz, segura e duradoura para ter saúde e qualidade de vida.

Quanto custa a prótese protocolo?

Em comparação com uma prótese total comum, ou seja, com uma dentadura, a protocolo fixo requer um investimento maior. Isso porque o tratamento é mais complexo, já que a gente também precisa colocar implantes.

O valor varia bastante dependendo de vários fatores, começando pela quantidade de implantes que serão instalados para servir como base. Alguns dentistas instalam quatro, outros preferem colocar seis. Quanto mais forem instalados, maior será o orçamento.

Os outros elementos que fazem o preço da protocolo fixo variar são:

  • tipo de implante que será utilizado;
  • tecnologias envolvidas no planejamento do tratamento;
  • o dentista e a clínica onde o tratamento será feito.

Tem ainda mais um detalhe. Algumas pessoas podem precisar de outros tratamentos antes de fazer o implante e instalar a protocolo fixo. Existem casos, por exemplo, em que é preciso fazer um enxerto ósseo ou tratar alguma inflamação ou infecção bucal. Isso tudo soma ao valor total.

Sendo assim, o orçamento muda de pessoa para pessoa. Até mesmo a região onde cada um mora pode influenciar esses valores, por causa dos custos operacionais que o dentista e a clínica têm. Então, o ideal é conversar com um especialista da sua confiança para obter o valor exato.

Como é feito o implante da prótese protocolo?

Tudo começa com a avaliação. Se o dentista identificar que não existe nenhuma contraindicação e se tudo estiver bem com a saúde bucal, primeiro serão instalados os implantes de base para a prótese protocolo fixo.

Depois de instalar os pinos, que funcionam como a raiz do dente, é preciso esperar a osseointegração, que é a cicatrização da região onde foi feito o implante. O tempo varia de pessoa para pessoa, sendo em média de 4 a 6 meses.

Enquanto isso, os moldes são enviados para o técnico em próteses dentárias (protético). Depois de pronta a prótese, algumas consultas são necessárias para determinar a altura, tamanho e formato dos dentes.

Quando a osseointegração termina e já estiver tudo certo com a protocolo, então é agendada uma nova consulta para fixar de forma definitiva a prótese nos implantes. Assim, o tratamento é finalizado.

Como é feita sua limpeza?

A limpeza desse tipo de prótese é bem simples porque podemos fazer a escovação como de costume, já que a protocolo não sai da boca. Basta usar uma escova de dente com cerdas macias e um creme dental não abrasivo para remover resíduos e eliminar a placa bacteriana. Afinal, dentes artificiais também proliferam bactérias, viu?

Como existem alguns cantinhos mais difíceis de acessar, é interessante colocar na sua lista de produtos de higiene a escovinha interdental. Ela tem um tufo de cerdas em formato de cone ou cilindro, é bem pequena e encaixa em áreas inacessíveis para a escova comum.

Outro produto bem interessante é a máquina de jato de água. Ela pressuriza a água na medida certa para remover resíduos que ficam acumulados ao redor da prótese e em suas estruturas. Também são excelentes aliadas para acessar as áreas mais difíceis.

Não se esqueça de que todos os cuidados caseiros devem ser complementados no consultório do dentista durante as consultas de manutenção para garantir a longevidade do tratamento. Por isso, siga a recomendação do especialista para fazer o acompanhamento periódico.

Por toda essa praticidade e eficiência, a prótese protocolo fixo é uma excelente alternativa para repor dentes perdidos e fazer a reabilitação oral. Você pode contar com o time de especialistas da Odontoclinic para fazer esse tratamento, ou utilizar outros tipos de prótese conforme sua necessidade.

Faça uma avaliação com os dentistas da Odontoclinic. Agende uma consulta na unidade mais perto de você e descubra qual é o tratamento ideal em seu caso!

agendamento
Posts relacionados

Deixe um comentário