Aparelho ortodôntico: conheça os principais mitos!

8 minutos para ler

Você sabe qual é o principal mito do aparelho ortodôntico? Na verdade, são tantos que fica até difícil responder essa pergunta, não é? O problema é que esses mitos influenciam bastante a decisão de dar início ao tratamento.

Essas falsas verdades surgiram principalmente por causa da desinformação. Mas também é verdade que se baseiam em tecnologias mais antigas, que não estão de acordo com a realidade dos tratamentos ortodônticos atuais.

A ortodontia evoluiu muito, por isso, é importante atualizar os conhecimentos para entender o que é mito e o que é verdade sobre os aparelhos. Nós preparamos este artigo para contar tudo para você. Continue lendo e fique por dentro do assunto!

Os principais mitos sobre aparelho ortodôntico

Não podemos negar que no passado as técnicas utilizadas nos tratamentos ortodônticos eram arcaicas, mas muita coisa mudou nas últimas décadas. Agora, usar um aparelho ortodôntico está cada vez mais simples e confortável para o paciente.

Existem muitas opções de dispositivo, as técnicas são variadas e é possível atender as necessidades de cada quadro cuidando da saúde bucal e da estética da pessoa. Com tanta evolução e tecnologia, o mito do aparelho ortodôntico ser um peso no dia a dia caiu por terra.

Então, veja a seguir quais são os principais mitos e a verdade sobre eles, para que você não desista do seu tratamento ortodôntico e conheça algumas evoluções que fazem toda a diferença para cuidar do sorriso.

Aparelho estético invisível não funciona

mito aparelho ortodontico

Esse mito sobre aparelho ortodôntico é totalmente infundado. Atualmente, existem opções de aparelho estético que são similares aos dispositivos metálicos fixos, porém, com bráquetes que têm uma tonalidade parecida com a do esmalte dentário.

Esses aparelhos são muito discretos e funcionam tão bem quanto os metalizados. Existe também uma opção ainda melhor, que é o alinhador, também conhecido como aparelho invisível. Algumas pessoas acreditam que ele não funciona porque, diferente dos dispositivos convencionais, não contém bráquetes, arcos ou qualquer outro componente desse tipo.

Porém, esse aparelho funciona tão bem quanto os tradicionais. O que o diferencia dos demais é o modo como estimula as movimentações dentárias. Os alinhadores se parecem com as placas usadas para fazer clareamento dental, são confeccionados de forma personalizada e com uma pequena diferença em relação à arcada dentária da pessoa.

Significa que eles entram bem justinhos nos dentes e é isso o que vai fazer com que a dentição se movimente para a posição desejada. Assim, o aparelho invisível funciona sendo, aliás, indicado para diferentes quadros, desde aqueles simples até os mais complexos.

Usar aparelho mancha os dentes

O adesivo ortodôntico utilizado para colar os bráquetes nos dentes não mancha o esmalte dentário. Nem mesmo o metal do qual o dispositivo é feito faz isso. Ou seja, você pode usar o aparelho sem medo que ele não vai deixar seus dentes manchados.

Mas é preciso muita atenção com a higiene bucal, porque, da mesma forma como acontece com outras pessoas, as manchas podem aparecer por causa de uma escovação ineficiente ou inadequada. Elas surgem em função dos pigmentos presentes na alimentação e pelo acúmulo de placa bacteriana. Logo, o aparelho não mancha os dentes, mas a má higiene sim.

É impossível comer os alimentos que gosta

Esse é mais um mito do aparelho ortodôntico que faz muitas pessoas desanimarem com o tratamento, mas também não é totalmente verdade. Você não vai precisar parar de comer tudo aquilo que gosta, apenas fazer algumas adequações no modo como se alimenta.

No caso de quem usa aparelho fixo, na hora de comer uma maçã ou uma pera, por exemplo, é recomendado cortar em pedaços em vez de morder. O mesmo se dá com outros alimentos com consistência mais firme, pois isso evita que os bráquetes soltem ou quebrem, exigindo sua ida ao dentista pra alguma manutenção fora do tempo.

Além disso, é recomendado evitar alimentos muito pegajosos ou fibrosos porque eles aderem com mais facilidade ao aparelho, mas não significa que é proibido comer. Porém, caso você não queira fazer essas adequações, pode optar pelo alinhador invisível, já que é possível tirá-lo na hora da refeição para comer o que quiser como achar melhor.

Fazer a higiene bucal é um desafio

É verdade que quem usa aparelho fixo pode ter um pouco mais de dificuldade para higienizar os dentes, mas existem diversos produtos que facilitam essa tarefa. É o caso da escova de dente ortodôntica, da escova interdental e do fio dental com haste. Eles tornam a hora da higienização mais prática e eficiente.

De toda forma, aqui acontece o mesmo que falamos sobre o mito anterior. Se você não quiser ter que adequar os seus hábitos, pode escolher usar o alinhador invisível. Como ele estará fora da boca, é possível escovar os dentes do modo como sempre fez, depois, higienizar o aparelho e pronto! Basta conversar com seu dentista, ok?

Os resultados não são tão bons em adultos

Mais um grande mito sobre aparelho ortodôntico, e que faz os adultos acabarem se acostumando com a sua condição, desistindo de fazer o tratamento. Mas é preciso entender que as técnicas não são destinadas apenas para crianças e adolescentes.

Pessoas adultas, e até mesmo os idosos, podem corrigir seus dentes e os resultados são tão bons quanto aqueles alcançados nos jovens. O que pode acontecer é de o organismo apresentar um pouco mais de resistência e as movimentações serem lentas. Isso, porque as estruturas da boca e da face já completaram seu desenvolvimento. Mas elas acontecem, só demoram um pouco mais.

Porém, não é uma regra, pois tudo depende do organismo de cada pessoa. Alguns respondem mais rápido, outros mais devagar, e isso acontece até mesmo entre os jovens. Portanto, é possível fazer um tratamento ortodôntico com excelentes resultados durante a vida adulta e alcançar aquilo que você deseja para o seu sorriso.

O tratamento é sempre demorado

Explicamos no mito anterior que o organismo das pessoas pode responder mais rápido ou devagar ao tratamento, e esse é um dos fatores que influencia a duração dele. Existem ainda outros, como a complexidade de cada caso e o comprometimento do próprio paciente.

O tratamento não é sempre demorado. Na verdade, ele pode durar poucos meses se as correções que precisam ser feitas forem simples. Além disso, existem aparelhos ortodônticos mais modernos, que aceleram as movimentações promovendo resultados mais rápidos e reduzindo o tempo de uso do dispositivo. Esse é o caso dos alinhadores, por exemplo.

Aparelho e óculos não combinam

Combinam! E você pode até fazer um contraste entre eles para valorizar a tonalidade dos seus lábios, da pele, dos olhos e do cabelo. Ou seja, o aparelho pode ser um acessório que vai deixar a sua aparência ainda mais agradável e original.

Se mesmo assim você acha que essa combinação dá certo, não tem problema. Como explicamos, existem aparelhos estéticos, tanto aqueles fixos confeccionados em policarbonato, porcelana ou safira, quanto o alinhador invisível.

Eles ficam muito discretos na boca, sem gerar um grande contraste com o esmalte dentário. Assim, você pode manter a naturalidade do seu sorriso e usar os óculos sem que tenha dois focos de atenção em sua face. E lembre-se de que o uso de aparelho é temporário: logo, você o retira e pode sorrir com mais autoestima, concorda?

Não deixe que nenhum mito sobre aparelho ortodôntico impeça você de cuidar do seu sorriso. Contar com um dentista experiente e uma clínica de qualidade faz toda diferença para planejar o tratamento. Esse é um dos cuidados Odontoclinic para que você tenha diferentes opções de técnicas e dispositivos, a fim de cuidar da sua saúde bucal e valorizar sua aparência.

Saiba mais sobre os tratamentos ortodônticos oferecidos pela Odontoclinic. Entre em contato conosco e agende uma avaliação.

agendamento
Posts relacionados

Deixe um comentário