Língua ardendo: descubra quais as causas e como fazer a limpeza adequada

A sensação de língua ardendo é bastante comum e pode ter diferentes causas. Entenda os principais sintomas e saiba como evitar o problema!

Ter a sensação de queimação ou ardência na língua é um problema comum. Pode acontecer, por exemplo, com a ingestão de bebidas muitos quentes, como café ou chás em temperatura alta, resultando em uma leve queima no revestimento lingual. Porém, o sintoma também poderá se manifestar sem uma causa aparente.

Isso porque a língua ardendo pode estar associada a alguma deficiência nutricional, síndrome da boca seca ou irritações na boca. Caso a ardência dure por mais de três dias, é aconselhável procurar um dentista para avaliar o caso e indicar um tratamento.

Para que você saiba melhor sobre as causas da língua ardendo e como fazer a limpeza da forma adequada, preparamos esse post para você. Confira!

O que pode ser língua ardendo? 

A língua ardendo pode ter diferentes causas e, por esse motivo, não é um sintoma difícil de ser encontrado. Essa sensação pode ser causada por boca seca, deficiências nutricionais, irritações na boca, efeitos colaterais causados por medicamentos, ingestão de alimentos muito quentes ou problemas bucais. Confira os detalhes sobre cada um!

Boca seca

A boca seca acontece quando a produção salivar não é o suficiente para mantê-la úmida. O nome correto para isso é xerostomia, que provoca uma sensação de pegajosidade e secura, podendo fazer com que a língua fique ardendo. Esse problema bucal pode ser gerado por fatores como:

  • uso de alguns tipos de medicamentos;
  • doenças que atingem as glândulas salivares;
  • alterações nos hormônios.

A ardência e dor geralmente surge quando a secura é crônica. A recomendação médica pode ser manter a boca mais úmida, consumindo mais água e mascando chicletes sem açúcar.

Deficiências nutricionais

Outra causa comum da língua ardendo são as deficiências nutricionais. Por exemplo, de vitaminas do complexo B ou minerais como zinco e ferro, que podem afetar a saúde bucal. Para evitar isso, é necessário manter uma dieta equilibrada, consumindo verduras, frutas, grãos, legumes e fontes de proteína.

Lembrando que, antes de recorrer aos suplementos, é necessário conversar com o médico responsável.

Irritações na boca 

Algumas ações podem causar irritações na boca e causar sensação de língua ardendo. Como algumas bebidas, excesso de escovação ou de enxaguante bucal. Esses hábitos de higiene, se feitos da forma errada, podem causar a sensação de dor e ardência na língua.

Efeitos de medicamentos

A ardência da língua também pode aparecer como consequência de efeitos colaterais de medicamentos. Esses remédios podem ser a causa da glossodínia, gerando a secura bucal.

Por isso, é importante avisar o dentista sobre o uso de remédios, para que ele possa conferir se esse é o motivo do sintoma. 

Radioterapia ou quimioterapia

Os efeitos colaterais da radioterapia e da quimioterapia podem gerar incômodos em todo o corpo, incluindo a boca. Esse tratamento para o câncer pode causar feridas na região ou sensação de língua ardendo.

Para quem faz o tratamento oncológico, também é importante ter um cuidado especial com a saúde bucal, fazendo o acompanhamento com o dentista a fim de evitar infecções.

Problemas bucais

Alguns problemas bucais podem causar a sensação de língua ardendo, como:

  • candidíase oral (infecção fúngica);
  • língua geográfica;
  • alergias;
  • danos nos nervos.

Quando o problema dura mais de uma semana é necessário tomar medidas para identificar a real causa do problema. Ir ao dentista é uma das saídas, pois, o mesmo poderá identificar se essa sensação está sendo causada por alguma doença bucal mais séria e indicar o tratamento correto.

Consumir bebidas ou alimentos ácidos, picantes ou quentes

Esse é um dos motivos principais da ardência. É muito comum queimar a língua com bebidas quentes ou comer algo muito apimentado. Isso acontece porque quando a temperatura muito alta atinge o tecido da boca, pode causar uma queimadura na bochecha, lábios, gengiva e língua.

Tratando-se de alimentos ácidos e picantes, também podem causar a sensação de língua ardendo por um tempo, mas geralmente passa rápido. Essa ardência pode ser acompanhada também de perda da sensibilidade e desconforto por alguns dias.

Papilite lingual transitória

Essa condição é caracterizada pelo aparecimento de protuberâncias que deixam a língua branca ou com pontos vermelhos. Elas atingem as papilas, estruturas que nos permitem sentir o gosto do que estamos comendo. As papilas mais atingidas são as fungiformes.

Essa inflamação pode ser causada por dietas com muitos alimentos picantes ou ácidos, traumas ocasionados por mordidas na língua, machucados ou alergias.

A boa notícia é que é possível curar a papilite lingual em alguns dias, evitando alimentos que irritem a mucosa, como alimentos e bebidas ácidas e picantes.

Língua fissurada

Assim como acontece com a língua geográfica, a fissurada é responsável por mudar a textura lingual. Costuma aparecer nos primeiros anos de vida. Ela é caracterizada pelo aparecimento de fissuras e sulcos, presentes no dorso lingual.

Apesar de não causar dor com muita frequência, pode acontecer de surgir incômodo e ardência em algumas pessoas com essa condição. Em especial quando a higienização não é feita corretamente.

Alguns sulcos podem ser muito profundos, causando o acúmulo de alimentos nesse local. Isso leva ao desenvolvimento de colônias de microrganismos que podem gerar infecções.

Por esse motivo é indicada a higienização do órgão com uma escova com cerdas macias ou raspador de língua, não somente para quem apresenta essa condição, mas para todos. Isso é essencial para retirar a saburra da língua, uma camada esbranquiçada ou amarelada que se forma ao longo do dia.

Como aliviar a ardência na língua?

O método utilizado para aliviar a sensação de língua ardendo, depende da causa do problema. Veja a seguir algumas intervenções possíveis!

Aumente o consumo de água

Caso seja por boca seca, é porque a glândula salivar não consegue produzir a quantidade de saliva para manter a boca úmida. Para lidar com isso, aumentar o consumo de água é essencial. Outra estratégia é mascar chiclete sem açúcar.

Evite alimentos ácidos

Quando é causado por alimentos quentes, para lidar com a sensação de língua ardendo por esse motivo, o ideal é dar preferência para alimentos mais frios enquanto os sintomas não desaparecerem.

Nesse momento, também deve-se evitar consumir alimentos ácidos e picantes. Também é necessário manter uma boa higiene bucal. Caso a queimadura seja grande, é necessário consultar o médico.

No caso de língua ardendo por excesso de escovação e enxaguante bucal, é necessário diminuir a ingestão de alimentos ácidos, como suco de limão, laranja, kiwi, entre outros.

Faça uma dieta balanceada

Outra causa da língua ardendo é a falta de vitaminas, como as do complexo B, que podem causar inflamação na mucosa da boca. Para lidar com isso, o ideal é fazer uma dieta balanceada.

Porém, também deve ser feito um acompanhamento médico, como exames, para conferir a quantidade de vitaminas e hormônios e verificar se é necessário a suplementação.

Faça a higiene bucal corretamente

A língua ardendo causada por infecção por fungos, a candidíase. Essa doença pode ser evitada por higiene bucal feita da forma correta, que pode ser feita pelo menos duas vezes ao dia. Porém, caso não desapareça em uma semana, é necessário consultar o dentista para verificar a necessidade de tomar antifúngico para lidar com a infecção.

Recorra a um profissional

O sintoma também pode ser causado pela síndrome da boca ardente. Essa doença não é comum de encontrar, mas causa uma queimação no lábio, língua e áreas da boca. Também pode causar mudança no paladar e formigamento.

Uma forma de prevenir essa doença é evitar o excesso de estresse e ansiedade, pois esses fatores aumentam o risco de desenvolver a síndrome. Nesse caso, também é importante consultar o médico para fazer o tratamento adequado com remédios.

Quando devo ir ao dentista?

Quando esses cuidados são tomados, é comum os sintomas desaparecerem depois de alguns dias. Deve-se procurar um dentista quando a ardência se mantiver por mais tempo, por exemplo, mais do que uma semana.

Também é urgente caso haja dificuldade de comer ou surja outros sinais como sangramento, placas brancas ou cheiro muito ruim. Nesse momento é necessário consultar o dentista para conferir a melhor forma de tratamento.

Como limpar a língua corretamente?

Uma das formas de evitar diversos problemas na língua é realizar sua higienização de maneira correta. Mesmo escovando os dentes três vezes por dia, é possível ainda ter que lidar com mau hálito e outros problemas na boca que podem fazer com que a língua fique ardendo. Para isso, veja as técnicas de escovação da língua!

Técnicas de escovação da língua

Após escovar os dentes, chegou o momento de focar na língua. Isso pode ser feito com a mesma escova que utiliza para os dentes ou com uma que tenha um limpador de língua, integrado à parte de trás.

Isso é importante, pois na língua há partículas e bactérias que ficam presas à camada superior. Para removê-la, é necessário usar uma quantidade pequena de pasta de dente e escovar a parte superior da língua com cuidado.

O ideal é começar pela parte de trás e depois ir direcionando para a frente, da língua, próximo à abertura da boca. Isso é feito com uma pressão leve. Depois disso, enxágue a boca com água até eliminar toda a pasta dental.

Após o uso, é necessário também lavar o limpador de língua utilizando água quente. Para realizar a limpeza, use a pressão certa na escovação para evitar sangramentos ou dor após a higienização. Caso isso aconteça, saiba que está usando força demais.

O centro da língua é onde fica o maior foco de bactérias que causam mau cheiro, logo, concentre-se nela quando for fazer o trabalho.

Mantenha a sua escova dental sempre nova e limpa, realizando trocas a cada três meses, no máximo. Caso ela apresente, antes disso, cerdas desfiadas ou desgastes visíveis, o ideal é trocá-la de imediato, pois quando elas ficam desgastadas ou desalinhadas, o processo de limpeza é diminuído, podendo levar a má higienização bucal.

Com qual frequência devo limpar a língua?

A limpeza da língua deve ser frequente. O mínimo necessário é duas vezes por dia, uma vez pela manhã, quando fizer a escovação, e outra à noite, antes de dormir.

Após limpar a língua, pode ser usado o enxaguante bucal para finalizar a higienização e eliminar as bactérias. Além disso, preste atenção na sua língua ao longo do dia, esse cuidado vai além da escovação, o hábito vai te ajudar a manter o hálito fresco sempre. Lembrando que também é importante a consulta periódica ao dentist e o check up odontológico para verificar e manter a saúde dos dentes e da boca. Isso evitará problemas mais sérios na região.

Além disso, é preciso considerar que a sensação de língua ardendo não é provocada por apenas um motivo. Vimos que é possível passar por isso quando há condições como boca seca, deficiências nutricionais, uso de medicamentos, tratamento por quimio ou radioterapia, língua geográfica, fissurada e doenças na língua. Inflamações como papilite lingual transitória também podem gerar esse sintoma.

Outro hábito que leva a isso é consumir muitos alimentos ácidos ou picantes, falta de higienização e irritação na boca. Para lidar com essas questões, ações como tomar mais água, evitar alimentos ácidos e picantes, fazer uma dieta equilibrada, para garantir o equilíbrio nutricional, higienizar a boca corretamente e buscar ajuda de um dentista são ótimas opções para lidar com o problema.

Não se esqueça de ir ao dentista regularmente

O dentista deve ser procurado quando os sintomas não desaparecerem por mais de 3 a 7 dias, para que o tratamento ideal seja recomendado. Caso se trate de uma infecção ou inflamação, é necessário o uso de medicamentos específicos. Além disso, é importante fazer o acompanhamento com o dentista para manter a saúde bucal dos dentes em dia!

Para evitar a sensação de língua ardendo, a correta higienização é primordial. Conforme mostramos neste artigo, isso deve ser realizado, pelo menos, duas vezes ao dia, no momento da escovação, pela manhã e à noite. A limpeza pode ser executada com a escova de dentes com cerdas macias ou com limpador de língua.

Gostou deste conteúdo? Para acompanhar publicações como esta, nos siga nas redes sociais. Estamos no Facebook e Instagram!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 Comentários

Agende sua avaliação

Materiais Grátis

Posts relacionados

Inscreva-se para receber novidades

O que você procura?
Últimas publicações
O atestado odontológico é válido para abonar faltas? Quantos dias? E horas? Esclareça suas dúvidas nesse post!
Feridas no céu da boca? Leia o post para saber o que pode ser, quais são as principais causas e o que fazer!
Dente infeccionado ou inflamado? O que fazer se o dente estiver inflamado? Leia o post e tire suas dúvidas!