7 dicas de como evitar sensibilidade nos dentes

Já aconteceu de você estar comendo ou bebendo algo e, de repente, sentir uma dor nos dentes? E isso acontece quando você está consumindo algo quente ou gelado, doce ou ácido? Pois é, a sensibilidade dentária ocorre de uma hora para outra e pode ser bem desconfortável.

Portanto, é importante que você saiba como evitar tal problema, para isso é essencial conhecer suas causas. Neste post, você saberá o que é sensibilidade nos dentes, entenderá como ela ocorre, além disso, conhecerá sete dicas de como evitá-la. Acompanhe!

O que é sensibilidade nos dentes?

A sensibilidade nos dentes acontece quando os nervos dentários estão expostos. Os dentes possuem duas partes, são elas a coroa e os nervos e veias. Na coroa temos o esmalte, a dentina e a polpa, que é a parte mais sensível por conta das terminações nervosas. Já na parte de nervos e veias temos a raiz e o canal.

A sensibilidade acontece quando a segunda camada da coroa está exposta, a dentina. Por exemplo, quando uma cárie atinge essa região, ela pode chegar facilmente à polpa, o que causará dor por conta dos vasos sanguíneos e nervos existentes nela. Mas por que isso ocorre? A seguir, tratamos mais sobre isso.

Por que a sensibilidade nos dentes acontece?

Há dois motivos para a exposição desses nervos. O primeiro surge quando o esmalte do dente sofre erosão, já o segundo motivo é por conta da retração gengival, conforme comentamos, a seguir.

Erosão dentária

A erosão dos dentes ocorre quando há perda de tecido dental duro (dentina) por conta da presença de ácidos. Dessa forma, a parte mais interna dos dentes, a polpa, fica exposta, gerando sensibilidade por conta das reações nervosas serem mais fortes nessa área.

Essa erosão pode acontecer devido a hábitos alimentares e higiene bucal, problemas gastrointestinais, uso de medicamentos, entre outros.

Retração gengival

Já a retração da gengiva acontece quando essa área sofre alguma lesão, gerando perda de volume do tecido gengival, ocasionando sua diminuição. Desse modo, a gengiva não cobre mais os dentes da maneira correta, deixando as partes mais sensíveis expostas e, consequentemente, causando dor.

Como evitar a sensibilidade nos dentes?

Agora que você conhece o que é a sensibilidade dentária e como ela ocorre, está na hora de saber o que fazer para evitar que esse incômodo aconteça. Acompanhe essas 7 dicas que separamos para você.

1. Evitar alimentos e bebidas ácidas

Neste post, falamos muito sobre o consumo de alimentos e bebidas ácidas. Ressaltamos este ponto porque a ingestão desses alimentos atua diretamente no pH bucal. Isso gera consequências na saúde dos dentes, já que os ácidos acabam corroendo o esmalte dental, deixando a dentina exposta, o que provoca sensibilidade.

Alguns exemplos de alimentos ácidos são o vinagre, refrigerante, café, frutas cítricas, energéticos, mostarda, isotônicos, molho de tomate, entre outros. Portanto, procure evitá-los a fim de cuidar da sua saúde bucal e prevenir a sensibilidade.

2. Esperar 30 minutos após a refeição para escovar os dentes 

Esse ponto é bastante interessante e pouco conhecido pelas pessoas. Afinal, na vida agitada que temos hoje em dia, tempo é ouro e muita gente se alimenta rápido por conta do horário de almoço corrido e vai, imediatamente, escovar os dentes.

No entanto, saiba que esse hábito não é bom para a sua saúde bucal. É necessário aguardar 30 minutos após as refeições para escovar os dentes, pois, nesse período, a boca produzirá saliva que neutralizará o pH que foi alterado pela ingestão de alimentos.

3. Usar creme dental para dentes sensíveis

O uso de creme dental para dentes sensíveis é um excelente aliado para a saúde bucal. Isso acontece porque, quando usado regularmente, o creme proporciona um tipo de blindagem na camada do esmalte do dente, aumentando a proteção da dentina e prevenindo a sensibilidade.

4. Usar escovas de cerdas macias

Muita gente pensa que o correto é usar escovas de cerdas duras pela impressão que elas penetram melhor nos espaços entre os dentes, no entanto, a escova correta a ser usada é a de cerdas macias. Quanto mais macia, melhor.

As cerdas macias proporcionam uma escovação menos agressiva e, portanto, protegem o esmalte gengival da abrasão que também pode gerar sensibilidade. Além disso, cerdas arredondadas são mais indicadas.

5. Evitar usar a força para escovar os dentes

Atenção para este ponto. Quanto mais força você usar na escovação, mais irá agredir seus dentes e gengiva. Como relatamos anteriormente, lesão gengival gera retração da mesma, o que provoca sensibilidade dentária.

Além disso, a pressão enquanto você escova os dentes prejudica o esmalte dentário, deixando a dentina exposta e causando a sensibilidade. A escovação correta é feita com os movimentos certos e não com o uso da força.

6. Realizar o clareamento dental com profissional qualificado

O clareamento dental quando realizado de maneira inapropriada pode gerar sensibilidade. Por isso, é de extrema importância que você realize esse procedimento com um profissional qualificado, assim, ele irá proteger a estrutura dental, evitando assim a sensibilidade.

7. Realizar limpeza odontológica

Na limpeza dentária, a chamada profilaxia dental, o profissional realizará a remoção do tártaro, da placa bacteriana e também avaliará se você precisa de mais algum procedimento, tais como, a realização de tratamento de canal e obturação, por exemplo.

Durante a limpeza, o dentista também aplicará flúor, que é um importante agente na restauração do esmalte dental. Portanto, a profilaxia é de extrema importância para evitar a sensibilidade.

Como aliviar a sensibilidade nos dentes?

Se você já está com sensibilidade nos dentes, é importante saber como aliviá-la, não é mesmo? Primeiramente, é essencial procurar um dentista, já que ele é o profissional qualificado para lidar com a saúde bucal.

O dentista informará qual o tratamento mais adequado para seu caso. Entre os procedimentos que o profissional pode realizar a fim de aliviar a sensibilidade temos a aplicação de dessensibilizantes profissionais, uso de laser terapêutico, além do flúor, por exemplo.

Com essas dicas que demos aqui no post, esperamos que você possa evitar esse incômodo que a sensibilidade causa. Lembre-se de procurar um dentista para avaliar seu caso e indicar o melhor tratamento para a sua saúde bucal.

Este conteúdo foi útil para você? Então compartilhe-o nas redes sociais e contribua para que mais pessoas saibam como evitar a sensibilidade nos dentes.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Uma Resposta

Agende sua avaliação

Materiais Grátis

Posts relacionados

Inscreva-se para receber novidades

O que você procura?
Últimas publicações
O atestado odontológico é válido para abonar faltas? Quantos dias? E horas? Esclareça suas dúvidas nesse post!
Feridas no céu da boca? Leia o post para saber o que pode ser, quais são as principais causas e o que fazer!
Dente infeccionado ou inflamado? O que fazer se o dente estiver inflamado? Leia o post e tire suas dúvidas!