Cuidados com piercing na boca: como limpar e evitar inflamação

Ao contrário do piercing na língua, o piercing na boca é seguro e pode ser escolhido em diversos tipos e posições para expressar seu estilo e personalidade! 

Para ajudar você a cuidar bem da sua perfuração na boca, vamos explicar quais são os principais cuidados antes e depois.

Quer saber mais sobre os cuidados para furar a boca? Vem com a gente! 

Piercing na boca é perigoso?

Sim e não. Por ser uma área que pode juntar muitas bactérias, há riscos de infecção, alergias e rejeição, assim como outros procedimentos que envolvem cortes. Entretanto, com os cuidados certos, é possível ter a perfuração sem maiores complicações.

Além disso, há perfurações na boca que não são indicadas, como:

  •  furo na língua (que foi muito popular, mas está cada vez mais sendo contraindicado pelos profissionais);
  • piercing no smile (que pode danificar os dentes e a gengiva);
  • piercing na bochecha (que pode causar hemorragia e levar a pessoa a óbito);
  • piercing no freio lingual, embaixo da língua (pode causar rupturas e é muito propenso a inflamações) etc.

Entenda o tipo de piercing e o local da perfuração

O local da perfuração interfere no tempo de cicatrização, pois cada parte do corpo tem suas especificidades. Um piercing no canto da boca de argola pode se comportar diferente de um piercing labret no meio do lábio ou de um piercing medusa, por exemplo.

Às vezes, é recomendado cicatrizar com uma joia e depois trocar. Os tipos de piercing na boca têm características diferentes e você precisa entender isso para cuidar melhor da perfuração. 

Você pode e deve tirar todas as dúvidas sobre a cicatrização do piercing com o seu body piercing. O profissional deve acompanhar o processo, orientando quais práticas são recomendadas e quais não são.

Piercing na boca dói?

A técnica do profissional faz toda a diferença para você não sentir dor na perfuração. Há métodos que prezam pelo conforto. De qualquer forma, é um furo no seu corpo, então, vá preparado para sentir desconforto, pressão e/ou um pouco de dor na hora de perfurar.

Dor é subjetiva, então há pessoas que nem percebem quando o furo ocorre. O seu estado psicológico também afeta a sua experiência, se você tem medo do procedimento ou não.

Então, escolha um profissional que passa confiança e tente trabalhar a ideia, buscando apoio no momento caso você precise etc. 

Quais são os principais cuidados com piercing na boca?

Ao colocar um piercing, é necessário tomar uma série de cuidados para evitar inflamações e outros possíveis problemas.

Na boca, a atenção deve ser redobrada, uma vez que se trata de um local com bastante exposição a agentes infectantes. Veja a seguir como cuidar do piercing na boca

Escolha um profissional capacitado

O primeiro cuidado que você deve ter antes mesmo de furar o piercing é com a escolha do profissional. Pesquise o body piercing, para saber se ele é capacitado, segue todas as normas de biossegurança e dá suporte em caso de complicações.

Todos os materiais para colocar o piercing na boca devem ser esterilizados, abertos na sua frente e descartados logo após a perfuração. Verifique as condições de higiene e licença do estúdio para funcionamento. 

Prefira joias hipoalergênicas

Os melhores materiais para piercing são titânio e aço cirúrgico, que são os mais seguros. Existem piercings de materiais variados, mas o ideal é escolher joias feitas com metais hipoalergênicos. 

Como limpar o piercing na boca?

Muita gente tem dúvida sobre como cicatrizar o piercing mais rápido, porque esse processo pode mudar se você sabe ou não como cuidar de um piercing na boca

Em primeiro lugar, mantenha a boa higienização da boca, incluindo dentes, gengiva e língua. Isso evita a proliferação de bactérias e outros microrganismos que podem contaminar o piercing.

Além disso, também é importante higienizar a joia três vezes ao dia, evitando o acúmulo de alimentos e outros resíduos no local.

Como cuidar de um piercing na boca logo depois da perfuração?

Após colocar o piercing, é essencial que você tenha uma série de cuidados, tanto com a higienização quanto com o auxílio ao processo de cicatrização. Veja agora quais são os principais deles!

Faça a esterilização do piercing

Limpe o piercing todos os dias para evitar o acúmulo de qualquer tipo de partícula próxima à perfuração.

Para isso, você pode usar um cotonete embebido em um produto antisséptico, indicado pelo profissional que colocou o piercing. Passe o cotonete ao redor da joia, retirando toda a sujeira que pode estar acumulada.

Realize a higiene bucal diariamente

A sua higiene faz toda a diferença na cicatrização do piercing. Afinal, quando você escova os dentes de forma adequada, retira impurezas e microrganismos que podem levar à infecção do local.

Portanto, realize a sua higiene bucal diariamente, seguindo a sua rotina. Escove os dentes e passe o fio dental todos os dias, mantendo o cuidado para não atingir, sem querer, o piercing.

Não mexa no piercing

Ter vontade de mexer no piercing depois que coloca é normal, mas não pode, nem com as mãos, nem com a língua, nem mordendo a boca. Evite esse comportamento!

Mexa na joia apenas no momento de realizar a limpeza e sempre higienize as mãos antes. Ficar mexendo no piercing pode prejudicar a cicatrização, gerando machucados e inflamações no local.

Respeite o processo de cicatrização

Respeite a cicatrização. Cada corpo é diferente, então não existe uma regra para o tempo de cicatrização. Mesmo assim, há uma média de tempo para cicatrização de perfurações simples na boca: um mês e meio.

Durante a cicatrização do piercing, evite comidas duras, que podem machucar o local, e bebidas alcoólicas ou alimentos ácidos, que dificultam o processo. Nas primeiras semanas, opte por alimentos macios e gelados, que favorecem a cicatrização adequada.

Use antisséptico bucal

O antisséptico bucal é o seu melhor aliado na hora de cicatrizar o piercing. Esse produto é capaz de reduzir o número de bactérias na boca, evitando inflamações. Portanto, use o antisséptico de duas a três vezes ao dia, dando preferência para antissépticos sem álcool.

Que complicações podem surgir?

Complicações na perfuração podem ser resultado de maus cuidados ou simplesmente uma reação natural do organismo. Veja a seguir quais são os principais sinais para pedir ajuda do body piercing e/ou de um profissional da saúde! 

Dor e inchaço

É comum ter um pouco de dor e inchaço após a colocação do piercing, afinal, é um furo na sua pele. Mas se isso durar mais de uma semana, por exemplo, ou a dor estiver de moderada a forte, procure ajuda, pois isso pode ser um indicativo de inflamação.

Ferimentos na gengiva

O piercing é uma joia de metal e, dessa forma, pode gerar ferimentos na gengiva e lesões na boca. Fique atento a isso e caso perceba que ele está machucando a sua gengiva, não espere, procure um profissional para analisar a troca da joia por uma mais adequada.

Endocardite

Você sabia que inflamações contínuas na boca podem gerar problemas no coração? Afinal, bactérias podem migrar para outros órgãos.

Dessa forma, uma das complicações mais sérias de colocar piercing é a endocardite, ou seja, inflamação do coração. Ela só ocorre se a infecção se propagar. Por isso, sempre procure ajuda ao mínimo sinal de problema no piercing.

O piercing inflamou, e agora? 

Não tente cuidar do piercing inflamado na boca sozinho. Procure o body piercing, que deve orientar você, explicando o que pode ser considerado comum, como agir nesses casos, e o que é perigoso. 

Além disso, o profissional que furou é responsável por retornos, limpezas que forem necessárias, trocas de joias etc. De qualquer forma, não ignore seus instintos, se sentir que precisa, procure um médico.

Como desinflamar piercing na boca?

Boa higiene bucal, evitar mexer no piercing, evitar alimentos e bebidas quentes, evitar alimentos e bebidas condimentados, compressas frias, enxágue com água salgada, uso de medicação e até a retirada do piercing: há muitas abordagens para desinflamar um furo na boca. O ideal é seguir a orientação do especialista.

Se você quer colocar um piercing na boca, saiba que é possível ter uma perfuração tranquila e cicatrização sem traumas. Com o acompanhamento profissional e cuidados adequados, você pode ter a joia e expressar seu estilo. O mais importante é seguir as recomendações profissionais à risca.

E usar joias nos dentes, será que pode ou será que faz mal? Leia o nosso texto sobre piercing no dente e descubra

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agende sua avaliação

Materiais Grátis

Posts relacionados

Inscreva-se para receber novidades

O que você procura?
Últimas publicações
Feridas no céu da boca? Leia o post para saber o que pode ser, quais são as principais causas e o que fazer!
Dente infeccionado ou inflamado? O que fazer se o dente estiver inflamado? Leia o post e tire suas dúvidas!
Piercing no smile é aquele que aparece quando a pessoa sorri, mas será que ele faz mal para os dentes? Tire suas dúvidas!