Você sabe o que é dermatite perioral? Saiba como identificar e tratar

6 minutos para ler
Clínico geral: sempre uma solução ideal pra cuidar de você

A dermatite perioral pode levar a uma descamação da pele na região da boca e nariz. Saiba mais!

Você já deve ter ouvido falar em dermatite, certo? Essa doença de pele é uma das mais conhecidas e atinge diferentes partes do corpo. O rosto é uma das principais áreas afetadas, gerando um grande incômodo em quem passa por isso.

As lesões formadas são vermelhas e dão muita coceira, além de ressecamento. É importante ter atenção quando a manifestação atinge uma parte específica do rosto, como boca e nariz. Por isso, neste artigo, explicamos mais sobre a dermatite perioral. Vamos lá?

O que é a dermatite perioral?

A dermatite perioral é uma doença que aparece na região do rosto, principalmente ao redor da boca e nariz. Ela consiste em uma inflamação que provoca a descamação e o surgimento de bolinhas na pele com e sem pus.

No entanto, ela pode evoluir para a área em volta dos olhos, onde ela recebe o nome de dermatite periocular, bem como tomar parte das bochechas e queixo.

Tal problema pode afetar pessoas de todas as idades. Ela não é transmitida por contato ou mesmo por uso de objetos pessoais, ou seja, ela não é contagiosa. Nesse caso em específico, a doença costuma ser comum na faixa etária que vai de 15 a 45 anos, sendo mais frequente em mulheres do que em homens. A dermatite perioral também pode afetar bebês, por exemplo, especialmente na época em que os dentinhos estão começando a nascer, devido à maior salivação.

O que causa a dermatite perioral?

Bem, a dermatite perioral pode estar ligada a uma série de fatores que comprometem o sistema imunológico da pele. Quando esse sistema sofre alguma interferência, a manifestação ocorre de diferentes maneiras, uma delas por meio da dermatite. A seguir, confira quais são as principais causas dessa doença.

Produtos de uso tópico

O uso de produtos de uso tópico, que são aqueles que aplicamos direto na pele, por um determinado tempo pode desencadear disfunções, justamente por alterar o sistema imunológico da pele. Logo, aqueles cremes para acne, por exemplo, quando aplicados por um período prolongado, podem fazer com que a pele na região da boca e nariz comece a descascar.

Creme dental com flúor

Tanto as reações alérgicas quanto dermatites de contato, como a perioral, provocadas por cremes dentais não costumam ser comuns. No entanto, o uso diário de pastas de dentes com flúor pode ser a causa do problema. Um dos agentes responsáveis por isso é um componente presente na pasta chamado olaflur.

Anticoncepcional

O uso de anticoncepcional causa efeitos no corpo feminino. Isso acontece porque ele interfere nos hormônios do organismo feminino. Geralmente, a pílula reduz a oleosidade, melhorando a acne no corpo. Mas, outros efeitos podem acontecer, como o ressecamento excessivo, que contribui para o surgimento da dermatite perioral.

Problemas respiratórios

Pessoas com doenças respiratórias e que apresentam má oclusão dentária, que é o alinhamento anormal dos dentes, também têm predisposição ao desenvolvimento da doença. Isso acontece devido à salivação excessiva, agravando, assim, o problema na pele.

Uso de máscara

O uso prolongado de máscara também pode levar à dermatite perioral, sabe por quê? A relação provavelmente acontece devido à alteração da pele, levando à doença.

Com o uso prolongado de máscaras durante o período da pandemia do coronavírus, a região perioral fica muito abafada, o que pode causar uma desordem no local. É isso que desencadeia um quadro de dermatite.

Quais os sintomas desse problema?

Coceira, ressecamento, descamação, queimação e irritação na pele são sintomas que identificam a presença de dermatite perioral. O diagnóstico é feito não só por meio desses sintomas e aparência da pele, mas por exames.

Afinal, a doença é bastante parecida com outras, como acne, rosácea e outros tipos de alergia. O indicado é procurar um dermatologista para que ele possa trazer maior confiabilidade nesse diagnóstico. O dentista também poderá realizar essa consulta e até identificar se você tem predisposição a desenvolver o prolema, já que algumas das causas da dermatite perioral têm origem em problemas bucais.

Como é feito o tratamento?

Um dos primeiros passos do tratamento é interromper o uso de cremes e pomadas que tenham corticoides em sua formulação. Dependendo do caso, suspender aos poucos o uso desses produtos no dia a dia é o mais indicado, a ideia é evitar o efeito rebote, o que poderia piorar a dermatite perioral.

É necessário ainda que, durante o período, sabonetes com determinados componentes, cosméticos e maquiagens sejam evitados, a fim de que o ressecamento da pele possa ser amenizado. Em relação ao uso de creme dental com flúor, o indicado é checar junto ao seu dentista quais são as outras opções disponíveis para você usar.

Sobre as máscaras, o ideal é que se você precisar usá-la por um longo tempo, faça a troca dela. Evite também o uso de cremes pesados e maquiagem quando precisar ficar com o acessório de proteção.

Uso de antibióticos

O principal tratamento da dermatite perioral costuma ser feito com antibióticos específicos, como tetraciclina e limeciclina. Eles atuam como antibiótico e anti-inflamatório que inibem que as células inflamatórias cheguem até a área da pele com o problema. Nos casos de cremes imunomoduladores, é preciso ter a orientação de um profissional que indique o melhor produto.

Hidratação

Cabe destacar que a hidratação da pele é muito importante, até mesmo para que a barreira que protege a pele mantenha a sua função, ajudando assim a reduzir a inflamação. Séruns e cremes leves também são boas alternativas, desde que indicados pelo profissional da saúde. Há várias opções no mercado, como agentes emolientes e umectantes, fundamentais para esse processo.

De maneira geral, a dermatite perioral é um problema crônico com períodos em que seu controle é completo e outros em que há o reaparecimento de um ou mais sintomas. O tratamento varia, como mostramos. Em casos mais leves, são aplicados medicamentos localmente; nos mais intensos, o uso de medicação via oral é necessário. Além disso, manter a proteção e hidratação da pele, com produtos prescritos por especialistas, são maneiras de preveni-la.

Como dito, é necessário a consulta com especialistas, incluindo o dentista. Na Odontoclinic você encontra os melhores profissionais do mercado e tem acesso a uma série de tratamentos diferenciados. Para saber mais, entre em contato conosco!

agendamento
Posts relacionados

Deixe um comentário