Caroço na gengiva: o que pode ser, causas e tratamentos

Ter um caroço na gengiva pode trazer muito incômodo, mas além disso, também pode ser um sinal de alguma condição que precisa ser tratada de imediato!

Por isso, trouxemos esse conteúdo para explicar as principais causas, como identificar os sintomas e o que fazer para tratar caroços na gengiva. Quer saber mais? Vem com a gente! 

Caroço na gengiva, o que pode ser?

Essa condição pode ter causas diversas, mas aqui estão algumas opções do que pode ser um caroço na gengiva: hiperplasia fibrosa gengival, carcinoma gengival, mucocele, entre outros.

A hiperplasia fibrosa gengival é uma condição em que o tecido gengival cresce em excesso, formando protuberâncias na boca. Entre as causas estão:

  • má higiene bucal;
  • más condições de saúde geral;
  • estresse;
  • distúrbios hormonais;
  • reações adversas a medicamentos etc.

O carcinoma gengival é um tipo raro de câncer que afeta as gengivas. Pode se desenvolver a partir de lesões pré-cancerosas, como inflamações crônicas nas gengivas (piorreias).

Mucocele inflamada

Em caso de mucocele, trata-se de uma lesão não cancerosa que se forma por causa do acúmulo de líquido mucoso dentro da boca, podendo se manifestar como uma protuberância suave, geralmente nos lábios, bochechas ou gengiva. 

Se a mucocele estiver inflamada, pode se tornar dolorosa. Lesões na boca, como cortes ou ferimentos, podem levar a danos nos ductos salivares, causando inflamação e desconforto.

Caroço dolorido na gengiva 

Um caroço dolorido na gengiva pode ser resultado de uma infecção, como gengivite ou periodontite.

Essas condições podem levar ao acúmulo de pus, formando um abscesso gengival, que é uma bolsa de tecido infectada nas gengivas.

Além do carcinoma gengival, que também causa dor, para o caso de gengiva com caroço dolorido, há as seguintes causas:

Um carcinoma pode causar dor, desconforto e outros sintomas. Se houver suspeita de carcinoma gengival, você precisa procurar atendimento médico imediatamente.

Caroço duro na gengiva após extração de dente

Após a extração de um dente, é comum ocorrer inchaço na gengiva, podendo formar um caroço temporário devido ao sangue ou tecido mole preso na área da extração.

Em alguns casos, pode indicar infecção, especialmente se ocorrer vermelhidão, inchaço e dor intensa, portanto, fique atento! 

Se o caroço for devido à formação normal de coágulo sanguíneo após a extração, pode se resolver sozinho, mas se houver sinais de infecção, o dentista pode prescrever antibióticos e/ou realizar procedimentos adicionais.

Caroço na gengiva: fotos

Como tratar caroço na gengiva?

Para determinar especificamente a causa do caroço na gengiva, procure o dentista. O diagnóstico envolve exames clínicos, exames de imagem, tomografias e, em casos específicos, até biópsia. 

O tratamento varia de acordo com a causa e pode incluir:

  • remoção cirúrgica;
  • antibióticos para infecções;
  • procedimentos não cirúrgicos, como o Scaling and Root Planing (SRP);
  • radioterapia;
  • quimioterapia, entre outros. 

Em caso de abscesso na gengiva, se tiver acúmulo de pus, o dentista pode realizar a drenagem para aliviar a pressão e remover o material infeccioso. Além disso, o profissional pode prescrever antibióticos para combater a infecção e prevenir sua propagação.

No caso da mucocele, se estiver causando desconforto ou for esteticamente indesejável, o dentista pode encaminhar o paciente para remoção da lesão via cirurgia.

Remoção cirúrgica

A hiperplasia fibrosa pode causar problemas, então a remoção cirúrgica do tecido em excesso pode ser recomendada para o caroço na boca.

O tratamento de carcinoma pode incluir cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou uma combinação dessas abordagens, de acordo com o estágio e seguindo a orientação do oncologista e do cirurgião bucal especializado.

Estou com um caroço na gengiva, devo procurar o dentista?

Sim. Se você notar qualquer diferença ou desconforto na boca, como caroço na gengiva, bolha na gengiva e outros sintomas, deve sim procurar o dentista.

Como vimos, pode ser comum, mas também pode significar alguma condição mais grave, então o diagnóstico precoce é fundamental para começar o tratamento o quanto antes.

Falando nisso, você sabe identificar os sinais de câncer de boca? Se a resposta é não, leia o artigo que preparamos sobre o assunto

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agende sua avaliação

Materiais Grátis

Posts relacionados

Inscreva-se para receber novidades

O que você procura?
Últimas publicações
O atestado odontológico é válido para abonar faltas? Quantos dias? E horas? Esclareça suas dúvidas nesse post!
Feridas no céu da boca? Leia o post para saber o que pode ser, quais são as principais causas e o que fazer!
Dente infeccionado ou inflamado? O que fazer se o dente estiver inflamado? Leia o post e tire suas dúvidas!