Pós-operatório do siso: quais cuidados você deve ter?

6 minutos para ler

Algumas pessoas têm problemas com o crescimento dos terceiros molares e precisam extrair esses dentes. O procedimento é simples, mas são necessários cuidados no pós-operatório do siso para garantir a boa cicatrização dos tecidos.

Até alguns hábitos que adotamos rotineiramente podem trazer complicações depois da extração dos sisos. Sendo assim, é fundamental seguir as recomendações do especialista para que tudo corra bem e evitar inflamações, sangramentos ou infecções.

Cada pessoa pode precisar de um cuidado específico, mas existem medidas que são válidas para todos. Neste artigo, listamos as principais delas para que você saiba como proceder durante o pós-operatório e se recuperar sem complicações.

Mantenha o repouso

A cirurgia para retirada do dente siso não é considerada muito complexa. Ela é realizada na clínica odontológica, sem a necessidade de o paciente estar em ambiente hospitalar. Assim que o procedimento é encerrado a pessoa pode voltar para casa, já que a anestesia usada é apenas local.

Mesmo assim, é preciso manter um tempo de repouso, evitando esforços. Nas primeiras 24 horas é ainda mais importante se abster para que não ocorram inchaços ou sangramentos. A retomada das atividades rotineiras pode acontecer cerca de dois a três dias após a cirurgia, segundo a recuperação de cada pessoa ou a recomendação do especialista.

Aplique gelo no local

Quando uma pessoa precisa tirar um dente, seu organismo reage desencadeando um tipo de inflamação no local operado. Os vasos sanguíneos sofrem dilatação, com isso, podem ocorrer inchaços, sensibilidade, sensação de calor e, algumas vezes, sangramentos.

Fazer compressas frias ajuda a minimizar essa reação inflamatória, retraindo os vasos sanguíneos e trazendo mais conforto para a pessoa. Portanto, nas primeiras 24 horas, faça a aplicação de gelo no local, mas pela parte externa.

Proteja a pele com um tecido e use gelo ou uma bolsa térmica fria. Mantenha a compressa por 20 minutos, faça um descanso pelo mesmo período e repita a aplicação. Isso poderá ser feito diversas vezes ao dia.

Evite fazer bochecho

O bochecho parece um ato inofensivo, mas pode trazer complicações e desconfortos quando realizado no pós-operatório do siso. Afinal, a água passa com velocidade pelo local operado, provocando uma sobrecarga na região. Sendo assim, evite fazer bochechos depois de extrair o dente.

Para enxaguar a boca, movimente a água com bastante delicadeza, sempre procurando poupar a região que foi operada. Também é importante evitar outras ações que, igualmente, provocam esforço nos tecidos.

Esse é o caso de fazer movimentos com a bochecha para cuspir. As garrafas de água individuais que exigem sucção também devem ser evitadas, bem como os canudos. Essa contração da face provoca uma espécie de vácuo na cavidade bucal, que pode favorecer sangramentos e causar dor.

Escove os dentes delicadamente

O ato de escovar os dentes durante o pós-operatório do siso demanda bastante cautela. O ideal é se posicionar em frente ao espelho para conseguir visualizar o local que está sendo higienizado, evitando que a escova atinja a área operada.

Faça os movimentos com mais suavidade que de costume. Utilize sempre uma escova com cerdas bem macias e prefira aplicar pouco creme dental. Desse modo, não se formará muita espuma e você não terá dificuldade para enxaguar a boca ao final da escovação.

Se resíduos de alimentos ficarem presos nos pontos, você pode usar um cotonete embebido em água filtrada e, delicadamente, retirá-los. Tenha bastante cuidado com esse procedimento e, em caso de dúvida, consulte o cirurgião dentista para receber recomendações.

Adapte sua alimentação

A alimentação também precisa passar por algumas adequações durante o pós-operatório do siso. Pelo menos nas primeiras 48 horas, o ideal é preferir alimentos frios e líquidos, que são mais fáceis de deglutir e não precisam ser mastigados.

Algumas boas opções para esse momento são os sucos, iogurtes, sorvetes de massa e leite. Evite bebidas e alimentos quentes porque as temperaturas mais altas estimulam o processo inflamatório e podem trazer bastante desconforto. Também se abstenha de bebidas alcoólicas, refrigerantes e produtos com acidez.

Conforme for se sentindo melhor, é possível ingerir alimentos um pouco mais consistentes, sempre preferindo as texturas moles para não realizar muito esforço ao mastigar. Conforme explicamos, as bebidas não podem ser ingeridas com canudos. Logo, prefira beber direto do copo para não fazer sucção.

Procure falar pouco

Quanto menos movimentos forem realizados com a boca, mais tranquilo e confortável será o pós-operatório do siso. Isso porque as movimentações podem sobrecarregar a área operada, gerar atritos e favorecer dores, inchaços e sangramentos.

Sendo assim, em especial no primeiro dia, procure falar apenas se necessário. Também evite abrir a boca demais, dar gargalhadas e se deitar sobre o local operado. O objetivo é que a região sofra o mínimo de impacto para que os tecidos cicatrizarem mais rápido.

Tome os medicamentos indicados

O cirurgião dentista poderá receitar medicamentos como analgésicos e anti-inflamatórios. Essas substâncias ajudam a minimizar possíveis desconfortos, permitindo que o local operado tenha uma boa recuperação e não desenvolva complicações.

Tome os medicamentos conforme recomendado pelo especialista. Respeite a dosagem, os horários, não faça substituições e mantenha o tratamento pelo tempo prescrito. Caso você sinta algum desconforto a mais, não se automedique. Converse com o dentista e relate o que está acontecendo.

Provavelmente, você também precisará retornar ao consultório para retirar pontos ou fazer o acompanhamento, a fim de verificar como se deu a cicatrização. Não falte a essa consulta para que o profissional avalie sua saúde bucal e dê alta.

A importância dos cuidados

pós operatorio siso

Mesmo não sendo uma cirurgia complexa, a extração de dente consiste em um procedimento invasivo que pode desencadear desconfortos durante o pós-operatório. Os cuidados evitam que o paciente sinta dor e tenha sangramentos ou que os pontos se soltem.

Além disso, as recomendações servem para garantir que os tecidos cicatrizem da melhor maneira, prevenindo inflamações. Essas medidas ainda evitam a proliferação de bactérias nos locais operados, o que poderia acarretar uma infecção.

O pós-operatório do siso costuma ser bastante tranquilo, porém, perceba que muito depende do próprio paciente para garantir a boa recuperação. Sendo assim, siga à risca as instruções do cirurgião-dentista. Caso tenha algum sintoma, desconforto ou dúvidas, agende um retorno e relate tudo ao especialista, evitando receitas e medidas caseiras.

A extração do siso e outros procedimentos devem ser realizados por profissionais de confiança. Então, entre em contato conosco e deixe a nossa equipe cuidar do seu sorriso!

Posts relacionados

Deixe um comentário