Qual a periodicidade ideal para ir no dentista?

4 minutos para ler

Manter os bons hábitos de higiene bucal, como fazer a escovação após as refeições, utilizar fio dental e complementar a limpeza com o enxaguante bucal podem não ser suficientes para evitar o aparecimento de cáries ou a formação de placas bacterianas. Essa é uma das razões porque é preciso ter uma periodicidade ideal para ir ao dentista.

Durante essa visita, o dentista pode verificar se está tudo certo com a saúde bucal e realizar uma limpeza preventiva para evitar o aparecimento de cáries ou de doenças periodontais. A seguir, mostramos por que é preciso seguir essa regularidade, o que é feito nessas consultas e o tempo ideal entre uma consulta e outra. Vamos lá? Boa leitura!

Por que ir ao dentista periodicamente?

periodicidade ideal para ir no dentista

A visita regular ao dentista é importante para evitar diversos problemas de saúde bucal, como cáries, que podem evoluir para a raiz do dente e tornar necessária a realização de um tratamento de canal ou, até mesmo, a perda do dente, em casos mais graves.

O aumento do tártaro é outro fator importante para visitar o dentista, pois o acúmulo da placa bacteriana causa doenças periodontais, que afetam as gengivas e podem, inclusive, causar a perda dos dentes.

Realizar a consulta apenas quando aparece alguma sensibilidade nos dentes pode ser muito pior, pois isso significa que o problema já está em um grau mais avançado, tanto que os sintomas já estão aparentes.

A visita ao dentista para as crianças, também deve ser realizada, pois elas, assim como os adultos, podem apresentar cáries ou doença nas gengivas. Portanto, essa é uma boa oportunidade para que elas aprendam a importância de cuidar dos dentes e desenvolvam uma boa relação com o profissional desde pequenas.

O que é feito nessas consultas?

Durante a consulta preventiva, o dentista realiza uma inspeção completa na boca do paciente. Dessa forma, é possível identificar cáries que estão em processo de formação, ou seja, apenas pequenos pontos que se não forem tratados podem se transformar em um problema maior.

A vantagem de identificar e tratar as cáries no início é que o tratamento é muito mais rápido e simples, se comparado com o tratamento de canal. Além da inspeção nos dentes, pode ser feita uma limpeza preventiva e a aplicação de flúor.

A profilaxia é importante para retirar a placa bacteriana acumulada próxima às gengivas, pois elas causam problemas periodontais. Já a aplicação de flúor ajuda a proteger os dentes contra as cáries.

O que pode alterar o tempo entre uma consulta e outra?

Geralmente, a indicação é feita para que o paciente retorne ao consultório dentário a cada seis meses. Entretanto, esse o prazo pode variar, especialmente em função dos problemas dentários de cada um. Os pacientes que apresentam doenças periodontais, por exemplo, precisam realizar a profilaxia com mais regularidade. Nesses casos, o dentista pode solicitar o retorno a cada quatro meses.

Já os pacientes que utilizam aparelhos ortodônticos também precisam retornar ao dentista com maior regularidade. Por isso, a pessoa mais indicada para dizer o tempo certo entre uma consulta e outra é o próprio profissional, que fará a avaliação individual de cada caso.

Cada pessoa tem uma periodicidade ideal parra ir no dentista. O importante é que cada uma siga as recomendações do profissional e compareça na consulta no tempo determinado. Dessa forma, será possível realizar todos os procedimentos necessários para evitar os tratamentos mais demorados, além de ser uma forma de conservar a saúde bucal.

Agora que você já sabe a importância da visita preventiva ao dentista, entre em contato conosco ou agende a sua consulta!

agendamento
Posts relacionados