Prognatismo: como aparelhos ortodônticos podem ajudar a resolver esse problema?

4 minutos para ler
Clínico geral: sempre uma solução ideal pra cuidar de você

O prognatismo tem diferentes causas, mas o aparelho ortodôntico pode ajudar a resolver o problema. Saiba como!

O prognatismo mandibular, ou maxilar, é um problema que pode ser gerado por diferentes causas, por isso tem tratamentos específicos. O uso de aparelhos ortodônticos e a intervenção cirúrgica são bons exemplos disso.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura e veja algumas informações preciosas sobre o prognatismo. Dessa forma, você terá a base necessária para continuar se informando e buscar o melhor tratamento.

O que é o prognatismo?

O prognatismo é caracterizado por uma alteração na estrutura facial, que envolve o crescimento em excesso mandibular (arcada inferior) em relação à maxila (arcada superior). Também é comum apresentar mordida cruzada e queixo mais proeminente para a frente.

Quais as causas do prognatismo?

Muitas vezes, o prognatismo tem causa genética. Ou seja, a pessoa nasce com genes que podem gerar a alteração. Em outros casos, no entanto, as causas são diferentes. Alguns exemplos são:

  • alterações respiratórias, que fazem com que a pessoa respire pela boca;
  • sucção de dedos ou uso prolongado de chupetas na infância;
  • bruxismo.

Para identificar as causas do problema e os melhores tratamentos para cada caso, você deve buscar uma clínica que seja referência em atendimento para o prognatismo. Afinal, desejamos sempre o melhor para a nossa saúde, certo?

Quais as consequências do prognatismo para a saúde?

Agora, veja algumas das possíveis consequências dessa questão para a saúde do paciente:

  • dores de ouvido;
  • barulhos na audição, como zumbidos;
  • problemas com a mastigação;
  • dores no maxilar;
  • inchaços no rosto;
  • problemas com a higienização bucal, o que pode levar a problemas como as cáries e a periodontite;
  • dores de cabeça;
  • problemas para respirar.

Além disso, há a questão da autoestima, muito afetada entre os pacientes com casos graves de prognatismo. Por isso, o tratamento é algo que também melhora o emocional.

Como é feito o tratamento desse problema?

Os tratamentos mais eficientes contra o prognatismo são os tipos de aparelhos ortodônticos, ortopédicos e cirurgia. Vamos conhecer cada um deles agora.

Aparelho ortodôntico

Um dos principais modos de tratar o prognatismo é o com o uso de aparelhos ortodônticos. Essa estratégia serve para reposicionar os dentes e, muitas vezes, ajuda também na reestruturação óssea do paciente afetado, especialmente quando ele ainda é uma criança.

Lembrando que há novos tipos de aparelho ortodôntico no mercado, tanto de aparelho móvel quanto de aparelho fixo, cada um com a sua particularidade. Sendo assim, você tem muitas opções para cada caso, aumentando as chances de sucesso no tratamento.

Aparelho ortopédico

Alguns casos podem exigir o uso de aparelhos ortopédicos-faciais, que ajudam também na questão óssea. Esse tratamento é normalmente realizado apenas na infância.

Cirurgia ortognática

Por fim, temos o procedimento cirúrgico, que consiste no reposicionamento da mandíbula. Para fazê-lo, você precisa utilizar aparelho por um período antes da operação, a fim de alinhar os dentes o tanto quanto for possível. Lembrando que um diagnóstico precoce pode evitar a necessidade de cirurgia. Por isso, fique de olho!

Como pudemos ver, o prognatismo é um assunto sério que exige atenção imediata. Quanto antes o problema for solucionado, melhor. Então, a dica é não perder tempo e agendar logo uma consulta com um dentista especializado em ortodontia de qualidade.

Uma ótima opção é a Odontoclinic! Temos profissionais qualificados e toda a estrutura para atender você da melhor maneira possível. Entre em contato ou agende a sua consulta na unidade mais próxima.

agendamento
Posts relacionados

Deixe um comentário