Como combater e tratar a placa bacteriana e o tártaro?

Certamente, você já deve ter ouvido falar destes problemas. A placa bacteriana e o tártaro estão entre as doenças bucais mais comuns e são umas das principais responsáveis pelo surgimento das cáries.
Mas você sabe, realmente, do que se tratam estes problemas?

Como saber se estou com placa bacteriana e tártaro?

A placa bacteriana, nada mais é do que uma película pegajosa que se forma sobre os dentes e também na região das gengivas, devido, principalmente, ao acúmulo de bactérias e restos de alimentos. Por sua vez, o tártaro é a placa bacteriana endurecida, que permanece nos dentes e na gengiva devido à falta de escovações regulares e corretas. Portanto, se você notar a presença de uma camada viscosa sobre os dentes ou de manchas amareladas (tártaro), é essencial procurar um dentista.
Embora seja muito comum, caso não sejam tratados, tanto o tártaro quanto a placa bacteriana podem gerar problemas mais graves, como cáries, gengivite e até mau hálito.

Quais as causas da placa bacteriana e do tártaro?

A placa bacteriana surge, principalmente, graças aos restos de alimentos, açúcares e carboidratos que permanecem em nossos dentes após as refeições, favorecendo a presença de bactérias tanto nas arcadas dentárias quanto nas gengivas.
Por sua vez, quando não realizamos uma escovação adequada e com regularidade, as placas bacterianas crescem e, ao endurecer, formam o tártaro. É importante reforçar que tanto a placa bacteriana, quanto o tártaro, podem surgir em crianças e adultos. No caso da presença destes problemas em crianças, os pais devem procurar o auxílio de um odontopediatra.

Como prevenir estes problemas?

Embora a placa bacteriana sempre vá ser formar nos dentes, principalmente após as refeições, algumas medidas são importantes para evitar seu acúmulo, crescimento e o surgimento do tártaro, como, por exemplo:

  • A escovação regular, em média três vezes ao dia e, de preferência, sempre após as refeições, é a principal forma de combater o excesso de placa bacteriana e, consequentemente, a formação do tártaro;
  • O fio dental também é indispensável, principalmente para auxiliar na remoção da placa acumulada na região da gengiva e entre os dentes;
  • Evitar ou diminuir o consumo de alimentos com excesso de açúcar (refrigerantes, bebidas muito adocicadas e doces) também pode contribuir para a prevenção destes problemas;
  • Por fim,  visitas regulares ao dentista são fundamentais para o controle da placa bacteriana e para evitar o surgimento do tártaro.

Como tratá-los?

Finalmente, caso a placa bacteriana e o tártaro já estejam muito acumulados, somente a escovação não será suficiente para remover estes problemas. Neste caso, é fundamental procurar o dentista para realizar o processo de raspagem, que consiste na remoção da placa acumulada e do tártaro, por meio de instrumentos odontológicos especializados. Em alguns casos, será também necessário remover a placa das gengivas, através de um tratamento de periodontia.  
Agora que você já sabe tudo sobre a placa e o tártaro, não deixe de procurar um dentista e realizar uma avaliação completa do seu sorriso. Na Odontoclinic, contamos com profissionais de excelência, sempre prontos para te auxiliar diante do surgimento de qualquer problema. Agende já sua consulta!

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agende sua avaliação

Materiais Grátis

Posts relacionados

Inscreva-se para receber novidades

O que você procura?
Últimas publicações
O atestado odontológico é válido para abonar faltas? Quantos dias? E horas? Esclareça suas dúvidas nesse post!
Feridas no céu da boca? Leia o post para saber o que pode ser, quais são as principais causas e o que fazer!
Dente infeccionado ou inflamado? O que fazer se o dente estiver inflamado? Leia o post e tire suas dúvidas!