Anestesia odontológica: tipos, como é aplicada e quanto tempo dura

A anestesia odontológica é necessária em diversos procedimentos feitos no consultório do dentista. Embora seja muito boa para os pacientes, muita gente tem dúvida sobre a aplicação, se a anestesia dói e para quais tratamentos ela é necessária. 

Então, preparamos este material para explicar qual é a ação da anestesia dentária, quais são os tipos, se é possível ser anestesiado sem sentir dor e, ainda, quais são os efeitos colaterais da anestesia local odontológica. Quer saber mais? Vem com a gente! 

Como é a anestesia odontológica? 

A anestesia odontológica bloqueia os impulsos nervosos que fazem a gente sentir dor, tornando o tratamento mais tranquilo. A raiz do dente, por exemplo, é constituída de nervos, então é uma área muito sensível. No caso da extração do dente, a anestesia é fundamental para que o procedimento seja suportável. 

Tipos de anestesia odontológica

Indicada para procedimentos diversos, a anestesia aplicada pelo dentista é administrada de acordo com a necessidade e sensibilidade do paciente. Há diferentes tipos de anestesia para o dente, a seguir, vamos conhecer os principais tipos por método de aplicação! 

Anestesia tópica

A anestesia tópica é feita por meio da aplicação de um gel ou aerossol. Nesse caso, a anestesia geralmente dura menos e também é menos potente, mas não envolve o uso de agulhas e nem causa nenhuma dor. Sabe quando você passa creme na pele? É a mesma ideia, mas o dentista coloca onde o procedimento vai ocorrer.  

Anestesia infiltrativa

A anestesia infiltrativa é a mais conhecida pelas pessoas. Nesse tipo de aplicação, o dentista usa uma agulha e aplica a anestesia na cavidade bucal. Esse tipo de anestesia odontológica é o mais utilizado, pois é muito versátil, eliminando a sensibilidade da dor em implantes, facetas, extrações e outros procedimentos. 

Como é aplicada a anestesia local?

A forma mais comum de anestesiar o dente é por meio de anestesia local. Na anestesia local, o dentista aplica o anestésico diretamente no nervo, provocando um amortecimento apenas local da aplicação. O paciente fica acordado e alerta todo o tempo, mas graças à ação direta no local da aplicação, não sente dor durante o procedimento. 

Quanto tempo dura o efeito da anestesia dentária?

A anestesia no dente pode durar de 2 a 5 horas, chegando até 12 horas de efeito, dependendo do anestésico usado pelo dentista. Além disso, dependendo da técnica utilizada, pode ser necessário aplicar a anestesia mais de uma vez durante o procedimento para garantir o máximo de conforto para o paciente. 

Anestesia no dente sem dor 

Existe um método de anestesia no dente sem o uso de agulhas que permite uma aplicação praticamente indolor. Usando uma seringa especial, que dispensa o uso de agulha, o anestésico é injetado sob pressão. A aplicação é muito rápida e precisa, pois age diretamente no dente tratado. 

Assim, são evitados efeitos colaterais como inchaços, dor e dormências, além de trazer muito mais tranquilidade para o paciente. Há unidades Odontoclinic, por exemplo, que atuam com esse tipo de anestesia sem dor, então, vale a pena pesquisar sobre a disponibilidade do método na clínica mais próxima de você. 

Efeitos colaterais da anestesia dentária 

Os efeitos colaterais da anestesia odontológica local são poucos e raros. O efeito colateral mais comum é a dormência, que você pode sentir do lado onde a anestesia foi aplicada. Além disso, veja aqui alguns outros efeitos temporários que podem ocorrer: 

  • dificuldade para piscar;
  • inchaço e hematoma;
  • arritmia cardíaca;
  • dor no nervo após o procedimento.

A arritmia cardíaca dura, no máximo, 2 minutos, por conta da característica vasoconstritora da anestesia. Caso isso aconteça, comunique o dentista. O dano no nervo pode ocorrer caso a agulha atinja o nervo diretamente, mas isso é realmente muito raro. A técnica do dentista faz toda a diferença na sua experiência com a anestesia odontológica

Você pode e deve saber tim-tim por tim-tim a respeito do seu atendimento odontológico, contando com as informações de quem mais entende do assunto: assine a nossa newsletter e fique por dentro! 

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários

Agende sua avaliação

Materiais Grátis

Posts relacionados

Inscreva-se para receber novidades

O que você procura?
Últimas publicações
O atestado odontológico é válido para abonar faltas? Quantos dias? E horas? Esclareça suas dúvidas nesse post!
Feridas no céu da boca? Leia o post para saber o que pode ser, quais são as principais causas e o que fazer!
Dente infeccionado ou inflamado? O que fazer se o dente estiver inflamado? Leia o post e tire suas dúvidas!