Quais os diferenciais do clareamento a laser?

8 minutos para ler

Deixar os dentes mais brancos, favorecendo um sorriso perfeito, é o desejo de milhares de pacientes em todo o país. Técnicas como o clareamento a laser estão entre as mais utilizadas por profissionais da área de odontologia.

Segundo uma pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos (ABIMO), a busca pelo clareamento dental está entre os tratamentos mais procurados nas clínicas odontológicas no Brasil.

Entre as opções de clareamento, os tratamentos a laser vêm ganhando cada vez mais adeptos, graças à velocidade e eficiência deste tipo de abordagem. Além dele, também existem os caseiros, realizados com moldeiras e um gel especial.

Mas quais são os verdadeiros diferenciais do clareamento a laser? Neste artigo, você poderá conhecer todas as vantagens desse tratamento e entender, ainda, quais cuidados devem ser tomados antes de realizar o procedimento. Acompanhe e entenda!

O que é o clareamento a laser?

O clareamento externo a laser é o tratamento perfeito para quem busca branquear os dentes, melhorando a estética do sorriso do paciente e dando a ele mais autoestima e confiança. Nesse tratamento, o dentista isola os dentes para proteger a gengiva. Após esse procedimento, ele aplica agentes clareadores sobre os dentes.

Após o isolamento adequado, o paciente recebe a aplicação do laser que, em contato com os agentes clareadores, vai branquear os dentes em um procedimento indolor, confortável e bastante rápido. As sessões de clareamento a laser duram, em média, apenas uma hora.

Qual é a diferença entre o clareamento a laser e o clareamento com moldeira?

Existem duas formas de fazer o clareamento. A primeira, e talvez mais conhecida, é o caseiro. Nele, o paciente recebe uma moldeira feita sob medida e um gel próprio para aplicação do produto.

O tempo de tratamento pode variar para cada paciente, mas geralmente é necessário ficar com a moldeira por pelo menos quatro horas diárias. As orientações quanto ao tratamento caseiro devem ser feitas com o suporte de um profissional, visando à proteção do paciente e o cuidado com a saúde da gengiva e dos dentes.

Já o clareamento a laser é um procedimento realizado em consultório. Nesse método, o resultado é alcançado de forma mais rápida, sendo que, em alguns casos, uma sessão já é suficiente para que o paciente tenha o desfecho satisfatório.

Quais são os principais mitos e verdades envolvendo o clareamento a laser?

Como já mencionamos, o clareamento a laser é um procedimento muito procurado nos consultórios odontológicos. Por se tratar de um assunto muito discutido, é comum que surjam dúvidas envolvendo o assunto. A seguir, elencamos os principais mitos e verdades sobre o tema. Confira!

O clareamento enfraquece os dentes — mito

Esse é um mito muito comum e, na verdade, ele está associado à sensibilidade. Muitos pacientes relacionam essa sensação com enfraquecimento, entretanto, são dois assuntos totalmente distintos.

O gel clareador utilizado nos processos de clareamento age somente na pigmentação responsável pelo escurecimento dos dentes, sem impactar, de modo algum, a estrutura dental. É por isso que está errado dizer que o clareamento causa enfraquecimento.

O que pode ocorrer durante o tratamento é a apresentação de sensibilidade por parte de alguns pacientes. Isso acontece porque, ao atuar na dentina — região nervosa responsável pela coloração dos dentes —, a arcada pode manifestar alguma sensibilidade, que varia para cada paciente.

Essa condição pode ser aliviada com o uso de produtos específicos, como géis e pastas. Dessa forma, o clareamento não causa enfraquecimento. Em caso de sensibilidade, é importante informar o dentista, que poderá orientar quanto ao uso de produtos capazes de eliminar ou minimizar os efeitos desse problema.

Existem contraindicações para o procedimento — verdade

Realmente, existem algumas contraindicações. Pacientes com cáries ou problemas na gengiva, por exemplo, não podem realizar o clareamento. Antes, é necessário cuidar da saúde bucal.

Para avaliar se você pode ou não fazer o clareamento, é essencial consultar um profissional para que ele avalie sua saúde e indique o tratamento de clareamento mais adequado, de acordo com os seus objetivos.

É uma técnica segura — verdade

Totalmente segura, se realizada por um dentista. Clareamentos caseiros, que são feitos sem o acompanhamento de profissionais, podem trazer riscos. Por isso, é importante buscar o suporte de um odontologista.

Não é possível prever o resultado final — verdade

De fato, nenhum profissional pode prever o resultado final do clareamento. Isso porque o dente é clareado com base no tom original daquele paciente. Em muitos casos, as pessoas procuram o consultório buscando chegar a uma tonalidade de branco incompatível com a cor original do seu dente.

O dentista não tem como garantir que o paciente vai chegar a um resultado específico, pois o clareamento é um tratamento individualizado, que depende da resposta do paciente à ação do gel utilizado.

Não precisa ser feito novamente — mito

O clareamento não dura para sempre. O paciente que deseja manter os dentes brancos, além de cuidar da alimentação e da saúde bucal, deve renovar o tratamento. O reforço deve ser feito com base no histórico de cada pessoa e nas orientações do dentista que acompanha o seu tratamento.

Alimentos e bebidas escurecem os dentes — verdade

De fato, a alimentação é um dos fatores que mais impactam a saúde e a cor dos dentes. Alimentos e bebidas com alto índice de corante ou pigmentação favorecem o escurecimento.

Entre os principais vilões do clareamento, podemos destacar suco de uva, refrigerante e vinho. O dentista poderá trazer orientações acerca dos alimentos que devem ser evitados, antes, durante e depois do seu clareamento.

Quais as vantagens do clareamento a laser?

Você deve estar se perguntando: mas afinal, por que eu devo optar pelo clareamento a laser, e não pelo clareamento caseiro com moldeira? A indicação do tratamento mais adequado vai depender sempre da avaliação do dentista.

De forma geral, o procedimento a laser costuma ser indicado para pacientes com maior sensibilidade nos dentes, que buscam resultados mais rápidos e confortáveis. Dessa forma, as principais vantagens desse tipo de clareamento são:

  • o tratamento a laser pode ser realizado, inclusive, por pacientes com maior sensibilidade nos dentes;
  • os tratamentos são rápidos. Já na primeira sessão, o paciente já conseguirá ver resultados satisfatórios de branqueamento dos dentes;
  • graças à velocidade, o tratamento proporciona maior conforto para os pacientes.

Que cuidados devo tomar antes do clareamento a laser?

Como qualquer tratamento dental, os clareamentos a laser só devem ser realizados por dentistas certificados e qualificados para que você possa ter segurança e tranquilidade na hora de conseguir bons resultados com seu tratamento.

Além disso, antes mesmo do procedimento, é importante tomar alguns cuidados. Confira alguns dos principais, a seguir:

  • não ingerir bebidas alcoólicas e determinados alimentos (café, comidas com excesso de corante, refrigerantes, açaí, biscoitos e molhos escuros são alguns que dentistas recomendam evitar). O cuidado com a alimentação é fundamental para alcançar resultados satisfatórios no tratamento de clareamento, seja ele a laser, seja caseiro.
  • não buscar o clareamento antes dos 15 anos de idade — até essa idade, o esmalte dos dentes não estará totalmente formado, o que pode atrapalhar a formação dos dentes.
  • não buscar o tratamento para mulheres durante a gestação. Os procedimentos odontológicos em gestantes e lactantes deve ser realizado com parcimônia e sempre de forma interdisciplinar, com atuação conjunta entre o obstetra e o dentista.

Como você pode ver, o clareamento a laser pode ser uma ótima opção, desde que realizado por um profissional qualificado e considerando a saúde e o quadro clínico do paciente. A definição do tratamento mais adequado depende, basicamente, dos objetivos do paciente, da condição da sua saúde bucal e da avaliação final de um profissional da área odontológica.

Se você não tiver nenhuma restrição, poderá escolher o tratamento de clareamento que melhor se adapta aos seus objetivos. O clareamento a laser é mais rápido mas, assim como em qualquer outro tipo, não é possível prever os resultados finais.

Caso o paciente tenha algum problema de saúde, deverá informar o dentista antes do início do procedimento. Com isso, ele poderá avaliar as condições clínicas e a possibilidade de dar andamento ao clareamento. As condições do paciente devem ser avaliadas antes de qualquer procedimento odontológico.

Caso você tenha se interessado pelo clareamento a laser, não deixe de agendar uma avaliação com um profissional da Odontoclinic. Nós contamos com dentistas qualificados, capazes de garantir o sucesso de seu tratamento. Agende já uma consulta e faça uma avaliação da sua saúde bucal!

New call-to-action
Posts relacionados